Mais Cruzeiro

Fundec sedia exposição “Instrumento quebrado”, de Anita Lessa

Ideia da mostra é propiciar reflexão sobre imortalidade da música e fim de materiais sem uso ou quebrados
Fundec sedia exposição "Instrumento quebrado", de Anita Lessa
A artista desenvolveu seu trabalho a partir da reciclagem de instrumentos musicais. Crédito da Foto: Divulgação

A Sala Fundec recebe nesta quinta-feira (2) a exposição “Instrumento quebrado”, da artista Maria Anita Rosa Lessa. A ideia da mostra é propiciar momentos de reflexão sobre o fim de um material sem uso ou quebrado, desenvolver a consciência e a importância da reciclagem, refletir que a música não tem fim — ela se imortaliza.

Leia mais  Abertura da exposição 'Retratos da Cidadania' na Fundec

 

O trabalho de Maria Anita apresenta ainda, ao público, informações sobre a história da música, desde a pré-história até os dias de hoje, tudo por meio de pinturas que destacam a arte musical nos instrumentos.

Maria Anita concebeu seu trabalho quando recebeu os instrumentos, a maioria deles quebrados, mas com grandes histórias e recordações, o que na verdade já é uma forma de arte integração. Dentre eles, um violão foi de um tio muito querido que tocava em festas, um outro violão foi achado na rua, um teclado fez parte de festas, hoje antigo e não funciona, outros eram de membros da família. “Com algumas pinceladas, destaco a arte musical. Fiquei muito realizada com o meu projeto, ainda mais colaborando com a reciclagem e dando novos olhares para a arte”, enfatiza.

Ainda de acordo com a artista, seu trabalho tem uma característica muito brasileira pois destaca as tradições e costumes desse povo, que vive em meio a sons de alegria e muita criatividade. Para ela, a riqueza do País está na miscigenação de raças, todas colaborando com novas ideias.

Anita Lessa é sorocabana e arte educadora. Participou de várias exposições individuais e coletivas. Suas obras são contemporâneas, com estilo de linhas e cores marcantes. A mostra pode ser vista até o dia 20 de maio, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h na Sala Fundec (rua Brigadeiro Tobias, 73, Centro). Entrada gratuita. (Da Redação)

Comentários

CLASSICRUZEIRO