Mais Cruzeiro

‘Circo Ordep’ encerra temporada amanhã na biblioteca infantil

A entrada é gratuita e os ingressos são distribuídos por ordem de chegada
‘Circo Ordep’ encerra temporada amanhã
O espetáculo conta a história do circo de Pedro Ozório, que existiu em Sorocaba na década de 60. Crédito da foto: Divulgação

O espetáculo “Circo Ordep”, da Cia. Barracão da Vó, encerra temporada neste final de semana. As últimas apresentações ocorrem neste sábado (25) e domingo (26), às 19h30, na lona da Biblioteca Infantil Municipal. A entrada é gratuita e os ingressos, limitados à capacidade do espaço, que é de 150 lugares, são distribuídos por ordem de chegada a com uma hora de antecedência. A biblioteca fica na rua da Penha, 673, Centro.

O espetáculo faz parte do projeto “Ordep: circo-família Ozório — Trilogia circense”, aprovado no edital de 2018 da Lei de Incentivo à Cultura de Sorocaba (Linc) e conta a história do circo de Pedro Ozório, o Ordep, que veio da região sul quando decidiu se estabelecer em Sorocaba no início da década de 1960.

A dramaturgia tem como base memórias relatadas por Nair, atualmente com 78 anos de idade, filha de Pedro e Olívia Ozório. O espetáculo conta, ainda, com parceria com artistas da Usinarte, parceiros do grupo, que recriam números de circo que eram apresentados por Pedro, como o palhaço Nhoc Nhoc e o índio atirador de facas.

O roteiro inclui ainda apresentações de malabares, trapézio e corda lisa e escada minerva. Diretor do grupo, Rodrigo Cintra Marins afirma que pesquisar e compartilhar com o público este importante capítulo da histórica circense do Brasil e de Sorocaba, foi uma experiência enriquecedora. “Nair, filha de Pedro Ozório, é o verdadeiro tesouro deste espetáculo. A troca que tivemos foi espetacular! Conhecemos, inclusive, a casa do Pedro e alguns objetos”, afirma.

Leia mais  Prefeitura de Sorocaba inscreve para aula de coral

 

Desde que estreou, no dia 13 de abril, mais de duas mil pessoas assistiram o espetáculo, surpreendendo os próprios idealizadores. “Em quase todas as apresentações tivemos a lona do circo lotada do público fiel e também pessoas novas. Foi uma alegria muito grande, inclusive as duas oficinas que oferecemos – que fazem parte também do projeto – tiveram uma participação surpreendente de crianças e também dos pais”, conclui Cintra. (Da Redação)

Comentários

CLASSICRUZEIRO