Buscar no Cruzeiro

Buscar

Vacinação

Desigualdades entre países nas vacinações deixa OMS em alerta

08 de Outubro de 2021 às 00:01
Estadão Conteúdo [email protected]
(Crédito: ARQUIVO JCS)

A Organização Mundial de Saúde (OMS) voltou a destacar, em entrevista coletiva ontem (7) a desigualdade “terrível” na distribuição de vacinas contra a Covid-19 pelo mundo. Também presente no evento virtual, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, alertou que isso “atrasa a retomada” econômica e pediu que os países produtores e as empresas responsáveis adotem medidas para melhorar essa distribuição.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou para o risco de fracasso na luta global contra a pandemia, caso as vacinas não sejam mais bem distribuídas, já que áreas com menos cobertura abrem mais espaço para o surgimento de novas variantes do vírus, potencialmente mais perigosas. Ele lembrou que neste ano a OMS havia estabelecido uma meta para que todos os países tivessem vacinado ao menos 10% de suas populações até o fim de setembro. “Cinquenta e seis países não conseguiram, mas a culpa não foi deles”, ressaltou. (Estadão Conteúdo)