Buscar no Cruzeiro

Buscar

Internacional

Com alta de casos, Chile terá quarentena total em Santiago

11 de Junho de 2021 às 00:01
Da Redação com Estadão Conteúdo
(Crédito: Martin Bernetti / AFP (22/5/2020))

Autoridades sanitárias do Chile informaram ontem (10), que a região metropolitana de Santiago, onde vivem 7 milhões de pessoas, voltará ao confinamento amanhã (12). A decisão foi tomada em razão do aumento de casos de Covid-19 nos últimos dias e do iminente colapso do sistema de saúde da capital.

O Chile, onde a pandemia já matou mais de 30 mil pessoas, realiza um dos processos de vacinação mais bem-sucedidos do mundo. Mais de 11,2 milhões dos 19 milhões de habitantes já receberam ao menos uma dose das vacinas. “Embora tenhamos visto alguma estabilização dos casos e, em algumas regiões, tendências positivas, a região metropolitana nos preocupa mais pelo número de habitantes e de leitos críticos”, disse a subsecretária de Saúde, Paula Daza.

Segundo o Ministério da Saúde, a situação hospitalar em Santiago está no limite, com 98% dos leitos de UTIs ocupados, apesar de alguns de seus bairros estarem em regime de confinamento total há mais de nove semanas.

A disponibilidade de camas, segundo Daza, é um elemento importante com a chegada do inverno, uma vez que, com as baixas temperaturas, as pessoas tendem a permanecer em locais fechados em vez de ficarem ao ar livre e a ventilação dos espaços é reduzida, uma situação que pode levar a um aumento de casos.

É a terceira vez em 14 meses de pandemia que as autoridades chilenas tomam essa medida A vacinação em massa no Chile começou no dia 3 de fevereiro. (Da Redação com Estadão Conteúdo)