Buscar no Cruzeiro

Buscar

Economia

Para Guedes, iniciativa de Bolsonaro colocou ‘tudo de volta aos trilhos’

11 de Setembro de 2021 às 00:01
Estadão Conteúdo e Redação
Ministro da Economia vê preços mais controlados em 2022.
Ministro da Economia vê preços mais controlados em 2022. (Crédito: EVARISTO SÁ / ARQUIVO AFP (11/5/2021))

Um dia depois de o presidente da República, Jair Bolsonaro, divulgar uma nota em que recuou de ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro da Economia, Paulo Guedes, apostou suas fichas na pacificação do País e na continuidade das discussões de reformas. “A iniciativa do presidente Jair Bolsonaro ontem colocou tudo de volta aos trilhos”, afirmou Guedes, em evento virtual do Credit Suisse.

De acordo com o ministro, a manifestação divulgada na quinta-feira deixou claro que Bolsonaro está jogando dentro das regras e que qualquer excesso verbal foi um “mal entendido”. “O presidente não sinalizou em nenhum momento que descumpriria as regras democráticas. Nosso presidente merece respeito, ganhou a eleição com mais de 60 milhões de votos”, afirmou. “Nunca aposte contra a democracia brasileira, vamos sempre surpreender.”

Guedes também disse que as pessoas são humanas, cometem erros e às vezes ultrapassam “seu território”, mas a beleza do Brasil é de que quando isso ocorre outro Poder reage e todos voltam a seus lugares.

Inflação

O ministro da Economia afirmou que o Brasil passa pelo pior momento da inflação, que deve terminar o ano entre 7,5% e 8%, mas que a alta dos preços será controlada em 2022, quando o índice oficial deve fechar próximo de 4%, dentro da meta a ser perseguida.

Ele disse ainda que está confiante em um crescimento “robusto” no ano que vem, quando o presidente Jair Bolsonaro tentará a reeleição. A avaliação destoa de parte dos analistas de mercado, que vê o risco de a economia brasileira passar por uma estagflação, combinação de fraqueza econômica e preços em alta. (Estadão Conteúdo e Redação)