Buscar no Cruzeiro

Buscar

Economia

RJ entra no Regime de Recuperação Fiscal

06 de Junho de 2021 às 00:01
Da Redação com Estadão Conteúdo
placeholder
placeholder

A Secretaria do Tesouro Nacional, órgão do Ministério da Economia, aceitou na sexta-feira (4) o pedido apresentado pelo governo do Estado do Rio de Janeiro para aderir ao novo Regime de Recuperação Fiscal (RRF), segundo informou ontem o governo fluminense.

O Rio terá até seis meses para apresentar um Plano de Recuperação Fiscal, com as medidas estruturantes. Nos primeiros 12 meses, o Estado deixará de pagar as dívidas com a União, sendo retomada gradativamente. O período da dívida será de 30 anos. O valor a ser pago nos próximos três anos vai cair de R$ 44 bilhões para R$ 9 bilhões, na comparação entre o antigo e o novo Regime de Recuperação Fiscal.

A dívida do Estado é de R$ 172 bilhões, e a arrecadação bruta em 2020 foi de R$ 86,52 bilhões. A receita corrente líquida de 2020 foi de R$ 59,49 bilhões. A estimativa de déficit financeiro primário para 2021 é de R$ 3 bilhões. (Da Redação com Estadão Conteúdo)