Buscar no Cruzeiro

Buscar

Diesel verde

MME vai realizar pesquisa para discutir inserção de diesel verde no diesel

A pesquisa acontece em plena crise no setor de biodiesel, com a valorização da soja no mercado

03 de Maio de 2021 às 15:32
Estadão Conteúdo
Entidade respondeu BR Distribuidora, que considerou acertada decisão de reduzir percentual de biodiesel no diesel
Entidade respondeu BR Distribuidora, que considerou acertada decisão de reduzir percentual de biodiesel no diesel (Crédito: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas (9/11/16))

O Ministério de Minas e Energia (MME) vai realizar uma pesquisa para conhecer a opinião de agentes que atuam no setor de combustíveis sobre a mistura de outros produtos no diesel, além do biodiesel, como o recém lançado diesel verde da Petrobras, e o diesel decorrente de coprocessamento, informou o MME. "Serão abordadas questões relacionadas às vantagens e desvantagens dos usos, fatores afetos à produção desses produtos no Brasil e alternativas para inserções no ciclo diesel", disse o MME em nota.

A pesquisa acontece em plena crise no setor de biodiesel, com a valorização da soja no mercado internacional elevando o preço do produto no mercado interno.

Para reduzir o impacto no preço do produto final, o diesel, o governo decidiu reduzir de 13% para 10% a mistura obrigatória no último leilão da ANP, no mês passado.

O produto foi escolhido em 2004 pelo governo Lula para ser misturado ao diesel como forma de apoiar combustíveis renováveis e gerar maior valor para a cadeia de oleaginosas, como a soja, além de ter um cunho social, por estimular a agricultura familiar.

Em meados do ano passado, a Petrobras lançou o diesel verde e vem tentando inserir o produto na mistura do diesel, hoje 100% biodiesel. Produtores de biodiesel contestam a classificação do produto da estatal, argumentando que é feito com base em um combustível fóssil.

"Essa pesquisa é uma forma de garantir a participação do setor de combustíveis e da sociedade em geral no processo. As contribuições serão de extrema importância para as conclusões do Grupo de Trabalho", explicou Pietro Mendes, diretor de Biocombustíveis do MME.

O questionário é composto por quatro seções: na primeira, a pessoa que responde é identificada; na segunda, são perguntas sobre a inserção do diesel verde no ciclo diesel; e, na terceira, são questionamentos sobre o diesel oriundo de coprocessamento de óleos vegetais ou gorduras animais; e, na quarta, trata-se da alternativa de inserção conjunta do diesel verde e do diesel oriundo de coprocessamento no ciclo diesel.

Segundo o MME, ao final do processo será realizado um workshop virtual aberto ao público para apresentação dos resultados da pesquisa e dos principais encaminhamentos decididos pelo Grupo de Trabalho.