Buscar no Cruzeiro

Buscar

Dólar cai para R$ 5,36, menor nível desde 2 de fevereiro

29 de Abril de 2021 às 00:01
Estadão Conteúdo
Dólar.
Dólar. (Crédito: Jorge Araújo / Fotos Públicas )

A declaração do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, de que ainda não é hora nem de começar a discutir a retirada dos estímulos extraordinários nos Estados Unidos ajudou a enfraquecer o dólar no mercado mundial e a fortalecer os ativos de risco. Em meio a recordes nas bolsas em Nova York e desaceleração da alta dos juros longos americanos, o dólar ampliou a baixa nos países desenvolvidos e emergentes, caindo a R$ 5,35 ante o real na mínima do dia.

Ajudado por fluxo externo e um noticiário positivo interno, que inclui criação de vagas em março, medida pelo Caged, melhor que o esperado e previsão de chegada na quinta-feira do primeiro lote de vacina da Pfizer ao Brasil, o real teve o melhor desempenho ontem no mercado mundial de moedas, considerando as 34 divisas mais líquidas.

No fechamento, o dólar à vista terminou a quarta-feira em queda de 1,82%, cotado em R$ 5,3616, menor nível desde o dia 2 de fevereiro (R$ 5,35).

O Ibovespa fechou ontem em alta de 1,39%, aos 121.052,52 pontos, com giro financeiro a R$ 34,3 bilhões. Na semana, passa a avançar 0,43% e, no mês, 3,79% -- em 2021, o índice acumula agora ganho de 1,71%. (Estadão Conteúdo)