Buscar no Cruzeiro

Buscar

Alerta máximo

Afundamento na mina da Braskem mantém-se a 0,7 centímetros por hora

Segundo a Defesa Civil de Maceió, o solo já afundou 1,69 metro e está com risco de colpaso

03 de Dezembro de 2023 às 11:41
Cruzeiro do Sul [email protected]
Moradores da área de risco tiveram que desocupar suas casas por conta da possibilidade de colapso da mina da Braskem
Moradores da área de risco tiveram que desocupar suas casas por conta da possibilidade de colapso da mina da Braskem (Crédito: Cibele Tenório/Agência Brasil)

A Defesa Civil de Maceió informou, em nota, que o solo na mina da Braskem que está com risco de colapso já afundou 1,69 metro. A velocidade do afundamento é de 0,7 centímetros por hora, apresentando um movimento de 10,8 centímetros nas últimas 24 horas.

Desse modo, segundo o órgão, o alerta máximo permanece devido ao risco iminente de colapso da mina, que está na região do antigo campo do CSA, no Mutange.

A Defesa Civil reforça a recomendação de que a população não deve transitar na área desocupada até uma nova atualização, enquanto medidas de controle e monitoramento são aplicadas para reduzir o perigo.

A Braskem informou que a área de risco do mapa definido pela Defesa Civil municipal está 100% desocupada. Os moradores de 23 imóveis que ainda resistiam em permanecer nessa área de risco foram realocados pela Defesa Civil, por determinação judicial. (Agência Brasil)