Buscar no Cruzeiro

Buscar

Geral

Lewandowski abre inquérito contra Bia Kicis por racismo

18 de Novembro de 2021 às 00:01
Cruzeiro do Sul [email protected]
O ministro Ricardo Lewandowski durante sessão.
O ministro Ricardo Lewandowski durante sessão. (Crédito: Antonio Cruz / Agência Brasil)

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou ontem (17) a abertura de inquérito contra a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) para apurar denúncias de crime de racismo nas redes sociais.

O magistrado atendeu ao pedido do vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, que apoia a investigação contra a parlamentar sob o argumento de que ela fez publicação racista nas redes sociais. A governista utilizou imagens dos ex-ministros Sérgio Moro e Luiz Mandetta caracterizados com a chamada blackface -- representação em que pessoas brancas pintam-se de preto e reproduzem comportamentos estereotipados e pejorativos atribuídos aos negros.

Daniel Silveira

A juíza Letícia de Oliveira Peçanha, da 2ª Vara Cível de Niterói, condenou o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) a pagar indenização por danos morais de R$ 20 mil ao prefeito de Niterói, Axel Grael, em razão de postagem em que o parlamentar bolsonarista afirmou que o mandatário “deveria levar uma surra de gato morto até ele miar, de preferência após cada refeição”.

De acordo com o despacho, Silveira ainda deve retirar de sua conta no Twitter, em até cinco dias, a postagem ofensiva realizada no dia 13 de fevereiro. Tal medida só deverá ser cumprida quando a conta do parlamentar for reativada -- a mesma está suspensa por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF. (Estadão Conteúdo)