Buscar no Cruzeiro

Buscar

Geral

Bolsonaro afirma que ter arma é liberdade

14 de Outubro de 2021 às 00:01
Cruzeiro do Sul [email protected]
(Crédito: AFP)

Um dia depois de ser confrontado por autoridades católicas sobre a liberação da compra de armas, o presidente Jair Bolsonaro (foto) disse que respeita os bispos, mas que, no Brasil, apenas o “bandido” andava armado. “Nós devemos nos preocupar com nossa liberdade, o bem maior de uma nação. Sem liberdade não há vida”, afirmou o presidente. Bolsonaro também disse que decidiu não tomar vacina contra a Covid-19, sob a justificativa de que, para ele, que já contraiu a doença, a imunização “não tem cabimento”.