Buscar no Cruzeiro

Buscar

Vacinação

CoronaVac: saiba como conferir se você tomou vacina dos lotes suspensos

Basta conferir no cartão de vacinação o número informado no campo do lote da vacina aplicada

05 de Setembro de 2021 às 16:10
Cruzeiro do Sul [email protected]
Para saber se você tomou a vacina de um dos 25 lotes suspensos, basta conferir no cartão de vacinação o número informado no campo do lote.
Para saber se você tomou a vacina de um dos 25 lotes suspensos, basta conferir no cartão de vacinação o número informado no campo do lote. (Crédito: AFP)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já identificou os 25 lotes da vacina CoronaVac que foram interditados, e divulgou os números. Para saber se você tomou a vacina de um dos 25 lotes suspensos, basta conferir no cartão de vacinação o número informado no campo do lote.

No cartão de vacinação há um campo informando o lote da vacina. Caso o cartão tenha sido perdido ou a informação esteja confusa, o lote pode ser consultado na plataforma ConectSUS, do Governo Federal.

Em nota, o Butantan diz que a medida da Anvisa "não deve causar alarmismo". "Foi o próprio instituto que, por compromisso com a transparência e por extrema precaução, comunicou o fato à Anvisa, após atestar a qualidade das doses recebidas. Isso garante que os imunizantes são seguros para a população", diz trecho da nota.

Segundo o instituto, houve uma mudança em uma das etapas do processo de formulação da vacina na fábrica da Sinovac. "Reafirmamos, no entanto, que todas as doses da CoronaVac estão atestadas pelo rigoroso controle de qualidade do Butantan", afirma o Butantan.

Ao todo, 25 lotes foram interditados: 202107101H, 202107102H, 202107103H, 202107104H, 202108108H, 202108109H, 202108110H, 202108111H, 202108112H, 202108113H, 202108114H, 202108115H, 202108116H, L202106038, J202106025, J202106029, J202106030, J202106031, J202106032, J202106033, H202106042, H202106043, H202106044, J202106039 e L202106048.

De acordo com o Instituto Butantan, quem tomou a CoronaVac dos lotes acima não corre nenhum risco. “Os imunizantes são seguros para a população e todas as doses desses lotes foram atestadas pelo rigoroso controle de qualidade do Butantan", informa.

Já o diretor da Anvisa, Antônio Barra Torres, disse em entrevista ao jornal O Globo que não há motivo para pânico. Barra Torres afirmou que a decisão de suspender o lote é por cautela e reforçou que a CoronaVac é uma vacina segura. “A segurança da vacina foi comprovada por testes clínicos, cujos resultados foram analisados pelos técnicos da Anvisa e publicados em revista científica”, disse Torres.

Até o momento, não há orientação formal por parte do Ministério da Saúde ou da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo sobre o que o cidadão deve fazer no caso de ter tomado a vacina dos 25 lotes suspensos.

“Em nota, a pasta afirmou que solicitou a suspensão da aplicação dessas doses e que está checando os lotes. Toda reação grave aos imunizantes deve ser comunicada à autoridade de saúde local ou à Anvisa por meio do site VigiMed”, informa a pasta federal.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informou que ainda não houve intercorrências entre as pessoas que receberam essas vacinas. 
O Ministério da Saúde informa que estados e municípios já foram orientados a não aplicar lotes suspensos, portanto é totalmente seguro receber a segunda ou a primeira dose da Coronavac.

As vacinas CoronaVacdos 25 lotes suspensos ficarão suspensas por 90 dias, período no qual a Anvisa irá avaliar as condições de “Boas Práticas de Fabricação” da planta fabril onde as doses foram envasadas.

A agência informa ainda que também vai considerar o potencial impacto dessa alteração de local nos requisitos de qualidade, a segurança e a eficácia das vacinas e o eventual impacto para as pessoas que foram vacinadas com esses lotes.

Depois dessas análises, a agência vai decidir se libera ou não os lotes para uso. A Anvisa informou ainda que vai trabalhar com o Instituto Butantan para regularizar esse novo local de envase da Coronavac. (Estadão Conteúdo)