Buscar no Cruzeiro

Buscar

Vacinação

Queiroga: população será imunizada até o final deste ano

01 de Junho de 2021 às 00:01
Da Redação com Estadão Conteúdo
Ministro falou em evento voltado a investidores estrangeiros.
Ministro falou em evento voltado a investidores estrangeiros. (Crédito: MYKE SENA / MS)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, previu ontem (31), que até o fim do ano a totalidade da população brasileira estará imunizada contra a Covid-19. Ele fez a estimativa durante o Fórum de Investimentos Brasil 2021 (BIF), um evento internacional sobre atração de investimentos estrangeiros para o Brasil, organizado por Apex-Brasil, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e governo federal.

Esta é a primeira vez que o evento é realizado de forma virtual por causa da pandemia de coronavírus. “Tenho certeza de que até fim do ano conseguiremos imunizar população”, disse o ministro. “Teremos todos os cidadãos imunizados em nosso País até o fim do ano”, reforçou em outro trecho de sua fala.

No início de sua apresentação, Queiroga enfatizou que o presidente Jair Bolsonaro tem indicado desde que assumiu a pasta que seu governo tenha ações simultâneas nas áreas da saúde e da economia. Ele está no mesmo painel que o ministro da Economia, Paulo Guedes. Queiroga aproveitou o momento para passar uma mensagem de solidariedade às vítimas da Covid-19 e ressaltar o “empenho e dedicação dos profissionais de saúde”.

O ministro afirmou que tem buscado expandir ações de enfrentamento da Covid-19 no Ministério da Saúde com três focos: acelerar campanha de vacinação, garantir a assistência à saúde aos que foram afetados pela doença e reforçar medidas sanitárias Ele apresentou ainda dados sobre número de vacinados e entrega de imunizantes e disse que, apenas este ano, já foram investidos R$ 3,4 bilhões na área em novos leitos, inclusive com e sem suporte ventilatório invasivo.

Economia

Marcelo Queiroga também disse que a expansão contínua da vacinação contribui para melhora da previsão de crescimento da economia. “Cada 10% da população vacinada aumenta em 0,13 ponto porcentual as projeções de crescimento da economia”, afirmou, durante o fórum. (Da Redação com Estadão Conteúdo)