Buscar no Cruzeiro

Buscar

Geral

Nunes mantém agenda e homenageia Covas

16 de Maio de 2021 às 00:01
Estadão Conteúdo [email protected]
Ele foi eleito como vice de Bruno.
Ele foi eleito como vice de Bruno. (Crédito: DIVULGAÇÃO / PMSP (15/5/2021))

O prefeito em exercício da capital, Ricardo Nunes (MDB), se emocionou ontem (15) ao falar sobre o quadro de saúde do prefeito Bruno Covas (PSDB), considerado irreversível pelos médicos em razão do câncer, e afirmou que a “melhor maneira de homenageá-lo é continuar a cuidar da população”, seguindo as orientações do tucano. Ele participou da abertura do “Dia D da Vacinação contra a Influenza”, na zona sul da Capital, e disse por que não cogitou cancelar o evento.

“Eu acho que a melhor homenagem que a gente pode fazer ao prefeito Bruno Covas é continuar cuidando da população, que é o que ele sempre nos orientou, o que ele sempre cobrou da gente, mesmo agora na internação, que a cidade não parasse, que cuidasse das pessoas”, afirmou o emedebista. “A equipe tem seguido e continuará seguindo as orientações do prefeito”, continuou, ao lado de Edson Aparecido (secretário da Saúde) e Fernando Padula (secretário de Educação).

“Esse ano completa 30 anos que eu conheço o Bruno. E tenho certeza de que ele ficaria muito bravo com a gente se a gente cancelasse essa agenda”, afirmou o secretário de Educação. O tom do chefe da Saúde foi o mesmo. “A melhor homenagem que a gente pode fazer para o Bruno é trabalhar, cuidar da população da cidade, que reconheceu seu trabalho na pandemia. O Bruno enfrentou a pandemia, enfrentou a doença, enfrentou a campanha eleitoral de cabeça erguida.”

Após um ano e meio lutando contra um câncer agressivo, Covas, de 41 anos, teve uma piora e seu quadro de saúde foi considerado irreversível na noite de anteontem (14) pela equipe do Hospital Sírio-Libanês, onde o tucano está internado há 14 dias. De acordo com a nota assinada pela equipe médica, Covas segue recebendo medicamentos analgésicos e sedativos. Está cercado por parentes e amigos, entre eles seu filho Tomás, de 15 anos.

Ontem, a movimentação em frente ao hospital foi pequena. Amigos mais próximos apenas passaram pelo Sírio-Libanês para confortar a família, como o presidente municipal do PSDB, Fernando Alfredo, e os secretários municipais Alê Youssef (Cultura) e Ricardo Tripoli (Casa Civil), além de Gustavo Pires (secretário executivo do prefeito). (Estadão Conteúdo)