Buscar no Cruzeiro

Buscar

Geral

Jairinho é indiciado por agressão a outra criança

01 de Maio de 2021 às 00:01
Da Redação com Estadão Conteúdo
Doutor Jairinho, está preso temporariamente pela morte de Henry Borel seu enteado.
Doutor Jairinho, está preso temporariamente pela morte de Henry Borel seu enteado. (Crédito: Marcos Roberto Magosso Junior)

O médico e vereador do Rio de Janeiro Jairo Souza Santos Junior, o doutor Jairinho (sem partido), preso temporariamente pela morte de seu enteado Henry Borel, de 4 anos, em 8 de março, foi indiciado ontem (30), pelo crime de tortura, praticado entre 2010 e 2013 contra a filha de uma então namorada dele. Hoje a vítima tem 13 anos. A menina, que tinha de 3 a 5 anos, disse que o vereador bateu a cabeça dela contra a parede do box de um banheiro e pisou sobre o corpo dela no fundo de uma piscina, tentando impedir que ela emergisse para respirar. O advogado do vereador afirmou que o indiciamento realizado pela Polícia Civil poderá ser alterado pelo Ministério Público do Estado do Rio. (Da Redação com Estadão Conteúdo)