fbpx
Exterior

Theresa May vai à Irlanda do Norte para buscar acordo sobre fronteira

May se encontrará com empresários e com Arlene Foster
Theresa May
A intenção da primeira-ministra é angariar apoio político – Foto: Emmanuel Dunand/AFP

A primeira-ministra britânica, Theresa May, viajou para a Irlanda do Norte em busca de apoio para seu plano de retirada da União Europeia (UE). May se encontrará com empresários e com a presidente do Partido Unionista Democrático (DUP, na sigla em inglês) e primeira-ministra do país, Arlene Foster. O DUP possui a maior quantidade de assentos na Assembleia da Irlanda do Norte

A intenção da primeira-ministra é angariar apoio político para encontrar uma solução que permita que o Reino Unido saia da UE sem a necessidade de criar uma fronteira mais rigorosa entre a Irlanda, que seguirá parte do bloco comum, e a Irlanda do Norte, que é parte do Reino Unido.

Leia mais  Papa Francisco faz visita histórica à Península Arábica

 

O backstop, mecanismo emergencial criado para evitar que tenham de ser adotados controles de bens e pessoas na fronteira entre as Irlandas caso a relação futura entre os dois países não esteja pronta ao final do período de saída do Reino Unido da UE, é considerado inaceitável por boa parte dos parlamentares britânicos, incluindo Arlene Foster, que considera o mecanismo “tóxico”.

Atualmente, a questão do backstop é considerada uma das maiores ameaças a um Brexit com acordo. Enquanto a UE afirma que o acordo de retirada não pode ser reaberto, o Parlamento britânico deu autorização à May para tentar acertar com a UE “arranjos alternativos” que possam substituir o backstop.

Por conta disso, a primeira-ministra britânica se encontrará nesta quinta-feira (7) com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, em Bruxelas, para discutir a busca por um acordo para a situação na fronteira irlandesa durante o período de transição. (Gabriel Wainer – Estadão Conteúdo, com informações da Associated Press)

Comentários