Exterior

Premiê da Espanha quer mudanças para não vetar o Brexit

Espanha deseja que o Reino Unido eleve o preço dos cigarros vendidos em Gibraltar para desestimular o contrabando

O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, afirmou nesta quinta-feira (22) em sua conta oficial no Twitter que as posições de seu governo e do Reino Unido “permanecem distantes”. Segundo Sánchez, caso não haja mudanças, ele pretende vetar o acordo entre o Reino Unido e a União Europeia (UE) para a saída do país do bloco, o chamado Brexit.

Em sua comunicação, o premiê não entrou em detalhes sobre o motivo da divergência, mas o governo espanhol já havia dito anteriormente que o problema é o futuro de Gibraltar, território ultramarino britânico próximo da Espanha. O tema é negociado bilateralmente pelos dois governos, mas Madri tem insistido que a questão das regras que passarão a vigorar em Gibraltar estejam expressas no acordo do Brexit com a UE.

“Após minha conversa com Theresa May, nossas posições permanecem distantes. Meu governo sempre defenderá os interesses da Espanha. Se não houver mudanças, vetaremos o Brexit”, afirmou o premiê. Na quarta-feira (21), Sánchez afirmou ser necessário que o acordo não prejudicasse a capacidade da Espanha de negociar com Londres o futuro de Gibraltar.

Leia mais  UE pode bloquear exportação de vacinas

A Espanha deseja, por exemplo, que o Reino Unido eleve o preço dos cigarros vendidos em Gibraltar, para desestimular o contrabando para a Espanha, bem como regular o trânsito de trabalhadores entre os territórios, além de buscar acordos em questões ambientais e de cooperação policial e aduaneira. (Gabriel Bueno da Costa – Estadão Conteúdo)

Comentários