Exterior

Ministro britânico para Brexit, David Davis, renuncia

O ministro britânico para o Brexit, David Davis, renunciou ao seu cargo dois dias depois que o Executivo aprovou um plano para manter os vínculos econômicos fortes com a União Europeia após a saída do bloco, informou neste domingo a imprensa britânica.

Davis, que foi nomeado há dois anos para dirigir o recém-criado Departamento para a Saída da União Europeia, havia ameaçado se demitir em várias ocasiões pela posição da primeira-ministra britânica, Theresa May, nas negociações sobre o Brexit.

O deputado conservador Peter Bone considerou que Davis que “agiu corretamente”, ao considerar que as propostas de May não têm de Brexit “mais do que o nome” e que “não são aceitáveis”.

May deve apresentar essas propostas nesta segunda-feira aos deputados britânicos. A proposição prevê o estabelecimento de uma zona de livre-comércio e um novo modelo alfandegário com o restante dos Estados-membros da UE, para manter um comércio “sem fricções” com o continente.

Davis, de 69 anos, é um velho conhecedor da política britânica. Ele foi secretário de Estado para Assuntos Europeus entre 1994 e 1997, e em 2005 se candidatou à direção do Partido Conservador, mas foi derrotado por David Cameron.

Leia mais  Greta Thunberg doa dinheiro para combater desigualdade na vacinação

Ele é deputado de Haltemprice and Howden, uma circunscrição do nordeste da Inglaterra. (AFP)

Comentários