Covid-19 Exterior

Mais de 6 mil mortes provocadas pelo coronavírus são registradas no mundo

Espanha contabilizou mais de 100 mortes e 2 mil casos de coronavírus em 24 horas
Mais de 6 mil mortes provocadas pelo coronavírus são registradas no mundo
Homem atravessa a avenida La Castellana, praticamente vazia, no centro de Madri. Crédito da foto: Oscar Del Pozo / AFP (15/3/2020)

Mais de 6 mil pessoas morreram vítimas do novo coronavírus em todo o planeta, após o anúncio de 105 óbitos na Espanha nas últimas 24 horas. O balanço foi feito pela AFP com base em fontes oficiais.

No total, 6.036 pessoas faleceram e 159.844 foram contaminadas pela Covid-19 no mundo. A China, berço da pandemia, continua sendo o país com o maior número de infectados e de vítimas fatais (3.199).

O avanço mais acelerado da pandemia acontece atualmente na Europa, onde foram registradas 1.907 mortes. Entre elas, 1.441 foram na Itália e 288 na Espanha – os dois países mais afetados do continente.

Avanço na Espanha

A Espanha registra 288 mortes, 100 a mais que no sábado (14), pelo coronavírus. No país também há 7.753 pessoas infectadas, 2 mil a mais que na véspera. O anúncio foi feito neste domingo (15) pelo Ministério da Saúde, com dados compilados até o meio-dia – 9 horas de Brasília.

A atualização do balanço foi divulgada depois que o governo decretou estado de alerta no sábado. A decisão impõe várias restrições ao deslocamento dos habitantes, em um tentativa de frear a escalada de contágios na Espanha, o segundo país europeu mais afetado depois da Itália.

Leia mais  Especialistas alertam sobre gravidade da pandemia de coronavírus

 

O primeiro-ministro espanhol, o socialista Pedro Sánchez, anunciou no sábado à noite o confinamento quase total do país de 46 milhões de habitantes. Eles só poderão sair de suas casas para comprar alimentos ou remédios, para trabalhar ou para cuidar de pessoas dependentes.

Todos os estabelecimentos comerciais considerados não essenciais, centros de ensino, museus, restaurantes e centros esportivos estão fechados em toda a Espanha. As procissões previstas para a Semana Santa foram canceladas em cidades como Sevilha. (AFP)

Comentários