Exterior

Dinamarca retoma aulas de forma gradual

A expectativa é de que todos os estabelecimentos de ensino estejam abertos em 20 de abril
Dinamarca retoma aulas de forma gradual
As mesas dos alunos devem ficar distanciadas. Crédito da foto: AFP

Crianças felizes e pais aliviados na porta de uma escola em Copenhague. Os pequenos dinamarqueses se tornaram, nesta quarta-feira (15), os primeiros alunos de uma Europa afetada por semanas de confinamento a voltarem às salas de aula.

Vazios desde 12 de março, data em que o governo impôs restrições para conter a propagação do vírus, os bancos escolares dinamarquesas serão progressivamente ocupados.

Creches, jardins de infância e escolas de ensino fundamental reabriram nesta quarta-feira (15), enquanto os estudantes de Ensino Médio terão de esperar até 10 de maio.

Medidas de precaução

A primeira-ministra dinamarquesa anunciou, em 6 de abril, a suspensão gradual das restrições em vigor para lutar contra o novo coronavírus. Bares, restaurantes, salões de beleza, estabelecimentos comerciais e boates permanecem fechados. Reuniões com mais de dez pessoas continuam proibidas.

A reabertura das escolas foi anunciada pelo governo “com a condição de que cada um mantenha sua distância e lave as mãos”.

Leia mais  Cientistas falam sobre perspectivas astronômicas para 2021

Conforme determinação das autoridades, as instituições de ensino deverão garantir uma distância de dois metros entre as mesas dos alunos e organizar recreações em pequenos grupos.

Nesta quarta-feira (15), as aulas foram retomadas em apenas metade dos municípios dinamarqueses e em 35% dos estabelecimentos de Copenhague. Os demais precisarão de mais tempo para se adaptar às normas de segurança sanitária ainda em vigor.

A expectativa é de que todos os estabelecimentos de ensino estejam abertos em 20 de abril. A reabertura das escolas também foi criticada por alguns preocupados pais de alunos. (AFP)

Comentários