Esporte Exterior

Chefe dos Jogos de Tóquio espera até março para decidir sobre torcida

Yoshiro Mori adia resolução devido ao aumento de casos de covid-19
Crédito da foto: AFP

Os organizadores da Olimpíada de Tóquio devem decidir em fevereiro ou março se os riscos do novo coronavírus (covid-19) caíram o suficiente para permitir que torcedores assistam aos Jogos em julho, disse o chefe do comitê organizador nesta terça-feira (12).

O governo japonês e o Comitê Olímpico Internacional tomaram a decisão em março passado de adiar a Olimpíada de 2020 até julho de 2021 por causa da pandemia.

Os organizadores têm enfatizado que estão determinados a prosseguir com a realização dos Jogos neste ano, mesmo com o aumento de casos de covid-19 e o governo japonês anunciando planos, nesta terça-feira (12), para ampliar o estado de emergência para conter a propagação do vírus.

Até o momento, não foi decidido se torcedores poderão entrar nas arenas durante os Jogos e os detentores de ingressos que não desejarem mais comparecer podem solicitar reembolso.

“Acho que teremos que tomar uma decisão muito difícil entre fevereiro e março”, disse o presidente do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Yoshiro Mori, em uma palestra online realizada pela agência de notícias Kyodo.

Leia mais  OMS: situação no AM está ligada a falsa sensação de segurança e festas

Os casos diários de vírus atingiram um recorde de 7.882 na última sexta-feira (8), para um total de quase 300 mil, segundo a emissora pública NHK. (Sakura Murakami e Jack Tarrant/Agência Brasil)

Comentários