Exterior

American Airlines e Lufthansa suspendem parte de seus voos para a China

Medida foi tomada em razão do aumento do número de casos de contaminação pelo coronavírus no país asiático
American Airlines e Lufthansa suspendem parte de seus voos para a China
A American Airlines cancelou voos de Los Angeles para Xangai e Pequim até 27 de março. Crédito da foto: AFP/Daniel Slim

A American Airlines e a Lufthansa suspenderam parte de seus voos para a China. Segundo as empresas, à medida que o novo tipo de coronavírus de Wuhan se espalha, a demanda por essas rotas cai drasticamente. A American Airlines cancelou voos de Los Angeles para Xangai e Pequim até 27 de março. Já a Lufthansa informou que está suspendendo seus voos para a China continental até 9 de fevereiro, mas manterá voos para Hong Kong.

 

A empresa aérea alemã disse que três de suas companhias – Lufthansa, Swiss e Austrian Airlines – voarão uma última vez para seus respectivos destinos na China antes de suspender suas operações.

“Por razões operacionais, a aceitação de reservas de voos para a China continental será suspensa até o final de fevereiro”, afirmou a Lufthansa, argumentando que o número de pessoas infectadas pelo novo vírus na China já ultrapassou o da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), que atingiu o país em 2002 e 2003. (Marcela Guimarães – Estadão Conteúdo – Com informações da Dow Jones Newswires)

Comentários