Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Vida longa ao rei: Pelé faz 80 anos

24 de Outubro de 2020

Vida longa ao rei: Pelé faz 80 anos O Rei do Futebol recebeu homenagens de clubes, jogadores e entidades. Crédito da foto: Ricardo Stuckert / CBF

O aniversário de 80 anos de Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, foi muito celebrado ontem (23) pelo mundo do futebol. Clubes, CBF, jogadores da atualidade e do passado e a Fifa, entidade máxima da modalidade, prestaram homenagens ao eterno camisa 10 do Santos e da seleção brasileira.

O Peixe abriu as comemorações nos primeiros minutos do dia. O Fluminense lembrou a vez que o Rei vestiu a camisa do clube em um amistoso na Nigéria. Corinthians e São Paulo, rivais históricos do Santos, também publicaram mensagens. O perfil da Copa do Mundo da Fifa fez reverência a Pelé ao recordar fotos antigas e divulgar um vídeo com vários depoimentos atuais e históricos de ex-jogadores e personalidades, reforçando o posto histórico do brasileiro, com uma imagem em que ele festeja o tricampeonato mundial de 1970, acompanhada pela frase: “Quando você tem 80 anos e ainda é o rei”.

O técnico alemão Jurgen Klopp apareceu cantando parabéns em inglês e ex-jogadores como os alemães Bastian Schweinsteiger e Franz Beckenbauer e os brasileiros Cafu e Pepe prestaram homenagens. Este último, amigo e parceiro do Rei no Santos, resumiu: “Ele é de outro planeta”.

As redes sociais da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também recordaram os 80 anos de Pelé em uma série de postagens com vídeos de ex-jogadores como Sissi, antiga camisa 10 da seleção feminina, Pepe e Ronaldo Fenômeno prestando homenagens ao Rei. A entidade publicou ainda uma animação do icônico gol marcado na final da Copa de 1958, em que Pelé dá um chapéu em um marcador da Suécia, antes de finalizar.

A data ainda foi lembrada por ídolos do futebol nacional, como o ex-atacante Romário e os ex-meias Rivaldo e Kaká. No exterior, o ex-goleiro alemão Oliver Kahn, o camaronês Samuel Eto’o e o ex-atacante inglês Michael Owen, além de clubes como a italiana Roma e o alemão Eintracht Frankfurt -- que recordou o dia em que sofreu quatro gols de Pelé -- também deixaram registradas homenagens. (Lincoln Chaves - Agência Brasil)