Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Verdão tem falhas crônicas em pênaltis

16 de Abril de 2021

Verdão tem falhas crônicas em pênaltis Gabriel Veron se lamenta: erros se repetiram contra o Defensa y Justicia. Crédito da foto: Vuda Mendes / Pool / AFP (14/4/2021)

As duas finais perdidas pelo Palmeiras nos últimos dias reduziram a alegria das conquistas recentes e voltaram a expor uma repetida falha. As disputas de pênaltis têm sido um problema para o clube. As derrotas na Recopa Sul-Americana para o Defensa y Justicia e na Supercopa do Brasil para o Flamengo aumentaram uma lista incômoda. Nos últimos cinco anos, a equipe disputou 10 séries decisivas nas cobranças e perdeu oito.

Apenas em 2021 o Palmeiras teve três disputas nos pênaltis e perdeu todas. A primeira foi no Mundial de Clubes da Fifa ao ser superado pelo Al Ahly, do Egito, na disputa de terceiro lugar. Logo depois vieram as derrotas dos últimos dias, ambas em Brasília. Contra o Flamengo a equipe chegou a ter duas chances de converter uma cobrança para ficar com o título. Não aproveitou. Diante do Defensa y Justicia, os erros se repetiram.

Somente nessas três últimas disputas, o Palmeiras bateu 19 pênaltis e acertou 10. O aproveitamento foi de 52%. Contra o Defensa y Justicia a equipe alviverde teve a chance até mesmo de marcar um gol na prorrogação, porém o zagueiro paraguaio Gustavo Gómez desperdiçou o chute. Mais uma prova do quanto o time anda com a pontaria descalibrada e inseguro na hora de definir as cobranças.

O Palmeiras escalou 13 diferentes cobradores para enfrentar essa última série de três decisões por pênaltis. A variedade foi tanta que até mesmo o goleiro Weverton chutou (e errou) diante do Defensa y Justicia. Mesmo sem nunca ter cobrado uma penalidade pelo time, ele ganhou a preferência e foi escalado, enquanto que outros batedores escolhidos anteriormente foram preteridos.

De abril de 2016 para cá, as únicas vitórias nos pênaltis foram pelo Campeonato Paulista. Em 2018, o time dirigido pelo técnico Roger Machado passou pelo Santos na semifinal. No ano passado, o título estadual veio após vencer o Corinthians, no Allianz Parque. (Ciro Campos - Estadão Conteúdo)