Esporte

Verdão arrasador

Com três gols em 27 minutos, Palmeiras encaminha vaga sobre o Bragantino
Verdão arrasador
Raphael Veiga contou com desvio na zaga para abrir o placar aos quatro minutos. Crédito da foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras (29/10/2020)

Com forte poder ofensivo, o Palmeiras abriu 3 a 1 ontem (29) sobre o Red Bull Bragantino e deixou a classificação muito bem encaminhada à próxima fase da Copa do Brasil. A definição da vitória veio em apenas 27 minutos, em um primeiro tempo primoroso do Verdão em Bragança Paulista. Debaixo de forte chuva e diante de um adversário empolgado, dominou todas as ações.

O trio ofensivo com Rony, Wesley e Luiz Adriano voltou a funcionar bem e agora fica a expectativa para subida na tabela também do Brasileirão. Aos poucos, o Palmeiras se ajusta e mostra que pode brigar por coisas grandes na temporada. São três vitórias seguidas, 11 gols marcados, apenas um sofrido e a paz restabelecida.

Depois de uma grande apresentação defensiva diante do Atlético-GO, o técnico interino Andrey Lopes arrumou uma solução simples para não sacrificar um zagueiro para a volta de Gustavo Gómez. Adiantou Felipe Melo para sua posição de origem: volante. Luan foi mantido, ao lado do paraguaio. Sobrou para Patrick de Paula, sacado do time titular.

Leia mais  Corinthians impede o título do Internacional no Beira-Rio

O Palmeiras iniciou com tudo. O gol de Raphael Veiga aos 4 minutos, por exemplo, saiu na terceira finalização no jogo. Zé Rafael e Rony já haviam ameaçado a meta de Cleiton. Wesley, aos 17, ampliou. E aos 27 minutos, Rony cruzou para a área, Luiz Adriano foi oportunista e, depois de longo período de jejum, chegou ao 21° gol no clube em seu jogo número 50.

No segundo tempo, sem ter o que fazer, o Bragantino se abriu e o Palmeiras não diminuiu o ritmo, mesmo com a enorme vantagem. Aos 22, Rony arrancou e tinha Wesley livre. Até tentou a assistência, mas não ergueu a cabeça e falhou no passe.

Maurício Barbieri fez mudanças no Bragantino, jogou o time para a frente e foi premiado com o gol de honra, de Hurtado. Sabe, contudo, que a missão de buscar uma virada fora de casa é quase impossível. O Palmeiras, por sua vez, festejou o resultado e o bom futebol apresentado. (Fábio Hecico – Estadão Conteúdo)

RB BRAGANTINO 1 x 3 PALMEIRAS

RB Bragantino – Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller, Lucas Evangelista (Uilliam Correia) e Claudinho (Cuello); Artur (Morato), Ytalo (Hurtado) e Bruno Tubarão (Luís Phelipe). Técnico: Maurício Barbieri

Leia mais  Internacional vai para cima do Corinthians

Palmeiras – Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Lucas Lima); Wesley (Gustavo Scarpa), Rony (Willian) e Luiz Adriano (Ramires) Técnico: Andrey Lopes (interino)

Gols – Raphael Veiga, aos 4, Wesley, aos 17, e Luiz Adriano, aos 27 minutos do 1º tempo. Hurtado, aos 33 minutos do 2º tempo

Cartões amarelos – Edimar, Aderlan e Claudinho (Red Bull Bragantino); Felipe Melo, Raphael Veiga e Wesley (Palmeiras)

Árbitro – Jean Gonçalves Pierre Lima (RS)

Local – Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Comentários