Esporte

Supercopa abrirá o ano do Magnus

As três equipes da Supercopa se enfrentam e os melhores classificados farão a final
Supercopa abrirá o ano do Magnus
Ricardinho comandará a equipe na busca pela América. Crédito da foto: Guilherme Mansueto / Magnus Futsal (29/1/2021)

No dia 23 de fevereiro o Magnus fará a sua estreia na temporada de 2021. A Supercopa, sediada em Sorocaba, vai até o dia 26 e contará ainda com Dois Vizinhos Futsal (PR) e o vencedor da Taça Brasil — competição que acontece entre os dias 14 e 20.

As três equipes da Supercopa se enfrentam e os melhores classificados farão a final. O vencedor encarará o Corinthians, que venceu a edição 2020 do torneio, para decidir quem será o representante brasileiro na Libertadores da América — torneio continental a ser disputado no Uruguai em maio.

“Nosso objetivo principal esse ano, em dúvida nenhuma, é passar pela Supercopa para disputar a Copa Libertadores na sequência e voltar a conquistar a América”, pontuou o presidente Fellipe Drommond.

Em 2015, quando ainda era Brasil Kirin e contava com a lenda Falcão no elenco, Sorocaba venceu a Libertadores. Reescrever o nome no continente é a meta, mas com os pés no chão e sabendo do longo caminho, como aponta o técnico Ricardinho. “Nós conquistamos esse campeonato e é o sonho. Vamos dar um passinho de cada vez. É claro que é super difícil, temos uma Supercopa e depois já tem a Libertadores. A grandeza desse projeto (do Magnus) é que damos um passo de cada vez e com os pés no chão”, opinou.

O caminho para voltar ao lugar mais alto da América começa no dia 23, quando o Magnus enfrenta Dois Vizinhos (PR), campeão da Copa do Brasil do ano passado, às 20h, na Arena Sorocaba. No dia seguinte, no mesmo horário, encara o vencedor da Taça Brasil.

Leia mais  Lewa comanda vitória do Bayern pelo Alemão

No dia 25, os paranaenses enfrentarão a equipe que conquistar a Taça Brasil. Os dois melhores colocados se enfrentam no dia 26. O primeiro colocado irá duelar contra o Corinthians em data a ser definida pela Confederação Brasileira de Futsal (CBFS). (Zeca Cardoso)

Comentários