Esporte

São Paulo vende Brenner para os EUA

São Paulo vende Brenner para os EUA
O atacante se despede com 74 jogos e 27 gols. Crédito da foto: Natacha Pisarenko / AFP (28/1/2020)

O São Paulo oficializou ontem (5) a venda do atacante Brenner para o FC Cincinnati, dos Estados Unidos. O jogador de 21 anos segue diretamente para o novo clube, sem entrar mais em campo pelo Tricolor.

Apesar de não divulgar os valores, o São Paulo vai receber US$ 13 milhões (cerca de R$ 70 milhões) à vista, com possibilidade de o montante chegar aos US$ 15 milhões (R$ 80 milhões) se Brenner alcançar metas estabelecidas no contrato. A porcentagem citada pelo clube é de 20% em uma futura negociação caso o FC Cincinnati feche uma negociação em um valor superior ao pago ao São Paulo.

O Tricolor informou apenas que foi a maior venda de um jogador de um clube da América do Sul para o futebol norte-americano e que ainda continua com uma porcentagem sobre o jogador.

Leia mais  McLaren lança novo carro para temporada 2021 da Fórmula 1

A transferência de Brenner para a equipe da MLS, o principal campeonato de futebol dos Estados Unidos, segundo o clube, abre um novo e importante espaço no mercado americano, que passa a ter o São Paulo como um clube parceiro, de desenvolvimento técnico e de intercâmbio de atletas.

Carreira

Brenner chegou ao Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, com apenas 11 anos. Campeão e artilheiro no sub-17, o jogador foi promovido ao elenco profissional em 2017 e estreou em 21 de junho daquele ano, aos 17 anos, diante do Athletico-PR. Fez o primeiro gol no time adulto no último jogo do Brasileirão 2017 (despedida de Lugano), contra o Bahia (1 a 1), no Morumbi.

Em 2019, foi emprestado ao Fluminense e trabalhou com o técnico Fernando Diniz, que o reintegrou ao grupo são-paulino em 2020. Nesta temporada, o atleta marcou 22 gols e deu quatro assistências. O atacante se despede com 74 jogos e 27 gols. (Estadão Conteúdo)

Comentários