Esporte

São Paulo vence a Chape e termina primeiro turno do Brasileiro como líder

A última vez que o clube terminou a primeira metade da competição na liderança foi em 2007
O São Paulo entrou com algumas mudanças para o duelo diante da Chape. Crédito da foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Com a vitória por 2 a 0 sobre a Chapecoense, neste sábado (19), no Morumbi, o São Paulo conseguiu garantir a liderança do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. A última vez que o clube terminou a primeira metade da competição na liderança foi em 2007, quando ficou com o título, o segundo de um tricampeonato em sequência sob o comando de Muricy Ramalho.

A vitória do Internacional sobre o Paraná, na manhã deste domingo, havia colocado o clube gaúcho temporariamente na primeira colocação. O Inter, apesar dos mesmos 38 pontos que o São Paulo tinha antes de entrar em campo, era dono de melhor saldo de gols: 15 contra 14.

Porém, bastaram apenas dois minutos de jogo no Morumbi para que o time de Diego Aguirre recuperasse a liderança. Após boa tabela pela esquerda entre Edimar e Everton, o lateral foi à linha de fundo e cruzou forte, rasteiro, para o meio da área. Shaylon entrou bem entre os zagueiros e completou para o gol.

Leia mais  Com lesão na virilha, Gómez inicia tratamento no Palmeiras para jogar final

O São Paulo entrou com algumas mudanças para o duelo diante da Chape e, com isso, teve certa dificuldade para criar boas oportunidades. Anderson Martins, Nenê, Rojas e Hudson, titulares da equipe, começaram o jogo no banco. Com as mexidas, o técnico aproveitou para promover a estreia do meia Everton Felipe.

No fim da partida, após outra boa trama de passes são-paulina, Rojas cruzou da direita para Hudson, que entrou em velocidade na área e bateu firme para marcar o segundo e fechar a vitória tricolor. A assistência do equatoriano foi sua quarta desde que chegou ao Morumbi, durante a última Copa do Mundo. Rojas também tem um gol pelo São Paulo. Foi dele o primeiro na vitória por 2 a 1 sobre o Vasco, na 17ª rodada.

São Paulo – Sidão; Bruno Peres, Bruno Alves, Arboleda e Edimar; Jucilei e Liziero (Hudson); Everton Felipe (Rojas), Shaylon (Nenê) e Everton; Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre
Chapecoense – Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Alan Ruschel; Márcio Araújo, Amaral (Osman), Canteros e Diego Torres (Yann Rolim); Bruno Silva (Leandro Pereira) e Wellinton Paulista. Técnico: Guto Ferreira
Gols – Shaylon, aos 2min do 1º tempo, e Hudson, aos 37min do 2º tempo
Árbitro – Rafael Traci (PR)
Cartões amarelos – Bruno Alves e Hudson (S); Welington Paulista (C)
Local – Morumbi, em São Paulo
Público – 41.075 pagantes
Renda – R$ 1.348.906,00
(Folhapress)

Comentários