Esporte

São Paulo é goleado pelo Inter e perde a liderança do Brasileirão

O Colorado deixou claro, desde o início, que iria para frente. O primeiro gol saiu após uma falha incrível da defesa são-paulina
Com hat-trick de Yuri Alberto, Colorado humilhou o Tricolor por 5 a 1, ontem, em pleno Morumbi. Crédito da foto: Alex Silva / Estadão Conteúdo (20/1/2021)

A decadência do São Paulo no Campeonato Brasileiro foi sacramentada ontem (20) de maneira humilhante: com goleada do Internacional em pleno Morumbi por 5 a 1. A liderança do campeonato mudou de mãos: os gaúchos chegaram aos 59 pontos, com a sétima vitória seguida, superando o Tricolor, há quatro jogos sem ganhar, com 57.

A derrota acachapante é consequência da imposição de um time prático e confiante sobre outro destroçado emocionalmente, perdido taticamente, desorganizado, apático e que parece ter tremido com a possibilidade de ser campeão. Fernando Diniz, que pode se complicar, dá mostras de não saber o que fazer. E até jogadores mais experientes, como Daniel Alves, nada produzem de útil já há algum tempo.

O Colorado deixou claro, desde o início, que iria para frente. O primeiro gol saiu após uma falha incrível da defesa são-paulina em uma cobrança de falta. Moisés levantou na área e Cuesta, livre, cabeceou para as redes logo aos oito minutos. Ganhando o meio de campo e com jogo vertical, o Inter chegou ao segundo gol aos 23’, em uma bola que saiu do goleiro Lomba. Nova falha da defesa tricolor: Yuri Alberto tocou para Caio em diagonal, Leo e Reinaldo vacilaram e o meia tocou na saída de Volpi.

Leia mais  Brasileiro indefinido: confira o que rolou na 36º rodada da competição

Aos 38’, Cuesta cedeu um escanteio bobo, Reinaldo desviou na primeira trave e Luciano, de volta ao São Paulo e recuperado de contusão, cabeceou para diminuir. O gol não escondeu o mau desempenho da primeira etapa e os números foram reveladores: 11 conclusões do Inter e 5 do São Paulo na área adversária. Mas o pior estava guardado.

No segundo tempo, Diniz mexeu na equipe, recorrendo a algo que já havia feito outras vezes. Tirou um zagueiro, Léo, recuou Luan para a zaga, colocou Vitor Bueno e reposicionou Tchê Tchê e Daniel Alves. Também colocou Igor Gomes no lugar de Gabriel Sara. Com a disposição necessária, passou a atacar o Inter — que recuou a marcação, até para evitar o desgaste — e criou oportunidades com Reinaldo, Tchê Tchê e Vitor Bueno.

No entanto, novo erro na saída de bola pôs tudo a perder. Vitor Bueno foi desarmado, Yuri Alberto entrou na cara de Volpi e fez 3 a 1, aos 14 minutos. O São Paulo desabou técnica e emocionalmente. Yuri marcou mais duas vezes, aos 20 e aos 22, e a partir daí o Inter passou a se poupar para o clássico do domingo com o Grêmio. Já o São Paulo mostrou de novo por que há cinco rodadas estava sete pontos à frente e agora ficou dois atrás do Inter. (Almir Leite – Estadão Conteúdo)

SÃO PAULO 1 x 5 INTERNACIONAL

São Paulo – Tiago Volpi; Juanfran (Paulinho Bóia), Bruno Alves, Léo (Vitor Bueno) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê (Diego) e Sara (Igor Bueno); Luciano (Carneiro) e Brenner. Técnico: Fernando Diniz
Internacional – Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Cuesta (Zé Gabriel) e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny), Edenílson, Praxedes (Lindoso), Caio (Peglow) e Patrick; Yuri Alberto (Leandro Fernández). Técnico: Abel Braga
Gols – Cuesta, aos 8, Caio, aos 23, e Luciano, aos 35 minutos do 1º tempo; Yuri Alberto, aos 14, 20 e 22 minutos do 2º tempo
Árbitro – Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Cartões amarelos – Caio, Brenner e Bruno Alves
Local – Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Comentários