São Bento

São Bento tenta engatar a segunda vitória na Série B

A equipe enfrenta o Oeste, às 16h30, no Estádio Municipal Walter Ribeiro
Agora, tem de dar sequência
O técnico Doriva passou a semana ressaltando ao grupo a necessidade de manter os pés no chão. Crédito da foto: Erick Pinheiro

Alívio, retomada da confiança e alegria. Alguns dos sentimentos que a primeira vitória na Série B trouxe ao elenco do São Bento. E não é para menos. Foram os primeiros três pontos que realmente valeram no ano, já que a vitória sobre o Bragantino, no Paulistão, ocorreu quando o rebaixamento já estava sacramentado. O técnico Doriva teve a semana inteira para preparar a equipe e ressaltou aos atletas a necessidade de manterem os pés no chão.

“Conversamos bastante e trabalhamos muito, mas depois do primeiro dia eu já combati a empolgação. Geralmente, depois de uma vitória, há um relaxamento. É natural. Então, eu já falei para eles que não adianta nada vencer uma e não dar sequência”. Aliás, a palavra “sequência” foi a mais citada pelo treinador em toda a sua coletiva.

O adversário deste sábado (25) é o Oeste, às 16h30, no Estádio Municipal Walter Ribeiro. Um adversário que hoje ocupa a sétima colocação, com seis pontos conquistados. “Um adversário que será bastante complicado. Está invicto na competição. Temos que fazer um grande jogo para conseguir não só vencer, mas buscar uma sequência de vitórias que trará confiança para todos”, ressaltou o técnico.

E o mantra da semana, a palavra “sequência”, tem uma explicação: a partida seguinte também será dentro de casa. Na próxima sexta-feira é a vez de encarar o CRB-AL. Dois confrontos que não desgastarão a equipe com viagem e lhe darão tempo para descanso. Oportunidade de subir na tabela.

“Seria fantástico se conseguíssemos os seis pontos. Nos colocaria em uma posição privilegiada na tabela e a confiança ficaria lá em cima. Mas se relaxarmos… a Série B é muito dinâmica. Você perde três jogos está no Z4. Ganhou três, bate no G4. Não pode haver o relaxamento em hipótese alguma”, afirmou Doriva.

Por outro lado, o São Bento estará diante do seu torcedor. Uma torcida que está desconfiada com o clube, principalmente pelo desempenho apresentado na primeira competição do ano. Na última partida em casa, com menos de dois minutos em campo, as primeiras reclamações já podiam ser ouvidas das arquibancadas.

Para o técnico do Azulão é muito natural esta reação do torcedor. “Somos nós mesmos que precisamos cativar o nosso torcedor. Como fazemos isso? Com empenho, gana, ambição e coragem. Só assim eles ficarão do nosso lado.”

A equipe que entrará para buscar a segunda vitória seguida na competição terá, mais uma vez, modificações. O meio-campista Pablo está fora, com um entorse no joelho direito. O lateral-esquerdo Mansur pode ser outro desfalque. Fernandes e Guilherme Romão, respectivamente, devem ser os substitutos.

“Óbvio que a gente quer manter sempre a equipe, mas nem sempre é possível. Temos de ter um elenco qualificado, bem homogêneo e com mesmo nível de rendimento. O tratamento que dou aos atletas (titulares e reservas) é igual. Trato todos com respeito e procuro sempre estimulá-los.”

Leia mais  São Bento empresta meia Fabrício Oya junto ao Corinthians

 

O Oeste ainda não foi derrotado nesta Série B. Até aqui, em quatro jogos, conquistou uma vitória e três empates. Porém, na última partida, contra o Cuiabá, a equipe rubro-negra sofreu para conseguir empatar, mesmo jogando em casa, e só conseguiu o seu gol no final da partida. Mas o discurso do grupo é de vir para Sorocaba para vencer e seguir brigando na parte de cima da tabela. (Zeca Cardoso)

SÃO BENTO X OESTE

São Bento – Paulo Vitor; Bruno Moura, Wesley, Élton e Guilherme Romão; Fábio Bahia, Fernandes e Paulinho; Régis, Minho e Zé Roberto. Técnico: Doriva

Oeste – Matheus Cavichioli; Bonilha, Kanu, Égon e Alyson; Lídio, Betinho e Élvis; Roberto, Mazinho e Bruno Paraíba. Técnico: Renan Freitas

Árbitro – Douglas Marques das Flores (SP)

Local – Estádio Walter Ribeiro (CIC)

Horário – 16h30

Comentários

CLASSICRUZEIRO