Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

São Bento sofre a terceira derrota no Brasileiro da Série C

24 de Agosto de 2020

São Bento sofre a terceira derrota no Brasileiro da Série C Michel comemora o terceiro gol do Criciúma diante do São Bento. Crédito da foto: Reprodução (24/8/2020)

Com erros individuais e uma penalidade duvidosa marcada contra, o São Bento foi derrotado pelo Criciúma, por 3 a 1, na noite de ontem (24), em Santa Catarina, pela terceira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Ainda sem pontuar na competição nacional, o Bentão é o lanterna do Grupo B, com três derrotas em três jogos, enquanto os catarinenses ocupam a segunda posição, com sete pontos. Sem muito tempo para lamentar (e treinar), os sorocabanos voltam em campo na quinta-feira (27), às 15h, contra o Audax, em Osasco, pela 13ª rodada da Série A2 do Campeonato Paulista.

A estratégia do São Bento era deixar o Criciúma com a bola e marcar atrás do meio-campo. Sem muita criatividade, os catarinenses pouco assustavam o gol de Lucas Macanhan. O Bentão, quando tinha a bola, também não levava perigo. Aos 23 minutos, o árbitro Leonardo Sígari Zanon assinalou pênalti, no mínimo duvidoso, de Ruan em cima de Victor Guilherme. O goleiro Agenor bateu e levou a melhor sobre Macanhan: 1 a 0. O São Bento respondeu na bola parada, em cabeceio do zagueiro Douglas Assis, mas Agenor fez a defesa.

A partir dos 30 minutos, o Bentão cresceu, fazendo uma marcação mais alta e ocupando o campo ofensivo. Pelo lado direito, Mizael cruzou para Bambam, que cabeceou e mandou a bola rente ao travessão do Tigre. Pressionando a saída catarinense, o Azulão conseguiu o empate. No erro de passe, Serginho recuperou a bola e fez o lançamento para Bambam que, de peito, serviu Fábio Bahia; o volante entrou na grande área e finalizou alto, no canto direito: 1 a 1.

Na segunda etapa, as estratégias do início do jogo se mantiveram: o Criciúma tinha a bola, mas lhe faltava criatividade; e o São Bento buscava os contra-ataques e desperdiçava as finalizações. Os mandantes voltaram à frente aos 26 minutos. Em uma saída rápida pelo lado esquerdo, Kaike bateu cruzado para a área e Léo Ceará apenas escorou para o fundo do gol: 2 a 1.

Aos 31’, em falha defensiva beneditina, o Criciúma ampliou. Bruno Leonardo errou na saída de jogo e deu a bola nos pés de Victor Guilherme. Ele serviu Michel para fazer o terceiro gol catarinense e fechar o placar da partida. Desorganizado ofensivamente e com o cansaço nítido dos jogadores, o Bentão não conseguiu retomar o bom rendimento dos 15 minutos finais do primeiro tempo e amargou mais uma derrota na terceira divisão nacional. (Zeca Cardoso)

CRICIÚMA 3 x 1 SÃO BENTO

Criciúma - Agenor; Victor Guilherme (Rodrigo Milanez), Vitão, Carlos Alexandre e Kaike; Eduardo, Foguinho (Adenilson), Alisson Tadei (Andrei) e Jean Lucas; Jean Dias (Léo Ceará) e Michel (Jajá). Técnico: Roberto Cavalo

São Bento - Lucas Macanhan; Mizael (Jheimy), Bruno Leonardo, Douglas Assis e Allan Vieira (Marcelo); Fábio Bahia, Serginho (Lucas Silva) e Evandro (Rafinha); Ruan, Igor (Matheus Guarujá) e Bambam. Técnico: Edson Vieira

Gols - Agenor, aos 24 minutos do 1º tempo, Léo Ceará, aos 26 minutos, e Michel, aos 31 minutos do 2º tempo (Criciúma); Fábio Bahia, aos 40 minutos do 1º tempo (São Bento)

Cartões amarelos - Vitão (Criciúma); Matheus Guarujá (São Bento)

Árbitro - Leonardo Sígari Zanon (PR)

Local - Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)