fbpx
São Bento

São Bento ‘se esconde‘ às vésperas do rebaixamento para a Série C

Treinamentos antes do jogo contra o Cuiabá, domingo, no CIC, foram fechados à imprensa
São Bento ‘se esconde‘ às vésperas do rebaixamento para a Série C
O atacante Paulinho Boia volta a ficar à disposição do time. Crédito da Foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (7/11/2019)

O rebaixamento do São Bento à Série C pode ser confirmado neste domingo (17). O clube sorocabano enfrenta o Brasil-RS, no CIC, às 16h.

Leia mais  Presidente do São Bento diz assumir responsabilidade por rebaixamento

 

Se vencer os gaúchos, terá de torcer para o Figueirense não conquistar a vitória contra o Cuiabá, no mesmo dia, às 18h30, para seguir vivo na Série B. Mas caso a vitória não venha, o segundo descenso na temporada estará confirmado.

Mais uma vez, como foi praxe ao longo da temporada, os treinamentos foram fechados para a imprensa. Nem mesmo a programação semanal foi divulgada.

Os atletas chegaram em Sorocaba, após a derrota para o Paraná, em Curitiba, na manhã de quarta-feira. Entrevista pré-jogo também não será concedida.

O técnico interino Marcelo Cordeiro não poderá contar com o zagueiro Gérson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e o também defensor Joílson é dúvida por conta de uma lesão muscular.

Com isso, a dupla de zaga deve ser formada por Alisson e Eduardo, os dois únicos atletas da posição disponíveis no elenco.

Por outro lado, Cordeiro terá a volta do atacante Paulinho Boia, que cumpriu suspensão por três cartões amarelos contra o Paraná.

A provável escalação para a partida deverá ser a seguinte: Henal; Marcos Martins, Alisson, Eduardo e Guilherme Romão; Fábio Bahia, Juliano, Doriva e Rodolfo; Paulinho Boia e Zé Roberto.

Futuro

Com três partidas restantes na Série B, a diretoria do clube irá iniciar o trabalho de reestruturação para 2020. A primeira missão é a contratação de um treinador.

Nomes como de Tarcísio Pugliese, técnico do XV de Piracicaba, e Umberto Louzer, demitido em setembro pelo Coritiba, foram especulados, mas ainda não existe uma negociação encaminhada. (Zeca Cardoso)

Comentários