São Bento

São Bento perde a quarta partida seguida

César Santana – cesar.santana@jornalcruzeiro.com.br

O São Bento chegou à quarta derrota consecutiva — o quinto jogo sem vencer e sequer marcar gols — na Série B ao cair diante da Ponte Preta por 2 a 0 na noite deste sábado (14) no CIC. Na estreia do técnico Marquinhos Santos no banco de reservas, o Azulão teve mais uma má atuação, pouco criou e só não levou mais gols graças à sorte e ao goleiro Rodrigo Viana.

Os dois gols da equipe de Campinas foram marcados por Júnior Santos, que já havia balançado as redes beneditinas no Campeonato Paulista, na ocasião, atuando pelo Ituano. Ao final da partida, a torcida protestou nas arquibancadas e no entorno do estádio, tendo como principal alvo das críticas o presidente Márcio Rogério Dias.

Com o resultado, o Bentão caiu para a 16º colocação na Série B, apenas uma acima da zona de rebaixamento, com 17 pontos. Já a Macaca chega aos 24 e sobe para a sexta posição. Na rodada seguinte, o São Bento encara o Coritiba no estádio Couto Pereira, no próximo sábado.

Nova postura

Leia mais  Allan Vieira aceita readequação salarial e fica no São Bento

Dentro de campo, o São Bento demonstrou, de cara, uma nova postura com a mudança tática proposta por Marquinhos. Doriva, atuando na cabeça de área, exercia a função de uma espécie de líbero, enquanto os laterais ganharam espaço no campo adversário. Do outro lado, a Ponte Preta — também bem postada — não deixou o Azulão tomar as rédeas da partida e, com isso, as chances de gol demoraram a aparecer. Quando vieram, foram justamente com os visitantes.

Se Rodrigo Viana impediu que a Macaca abrisse o placar em pelo menos duas boas oportunidades, aos 38’ não conseguiu evitar o pior. O São Bento perdeu a bola no meio campo e a Ponte emendou um rápido contra ataque que encontrou Júnior Santos. Ele avançou pela direita e da entrada da área chutou cruzado para inaugurar o marcador com um belo gol. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.

Leia mais  São Bento goleia no Clássico Solidário: 9 a 3

Na volta do intervalo, visivelmente incomodado com a fraca atuação na primeira etapa, Marquinhos promoveu as entradas de Celsinho e Cléo Silva nas vagas de Marcelinho e Maicon Souza. De cara, pareceu que surtiria efeito e o Bentão chegou a criar duas boas chances, uma delas com Fábio Bahia batendo por cima do gol. Mas foi só.

A partir daí, a Ponte retomou o controle e aos 9’, em mais um contra-ataque, Júnior Santos, livre, só teve o trabalho de empurrar para o gol e fechar a conta. Festa para a torcida da Macaca, que compareceu em bom número ao CIC e ainda viu a equipe desperdiçar pelo menos duas boas chances de ampliar o placar.

São Bento 0 x 2 Ponte Preta

São Bento – Rodrigo Viana; Tony (Ronaldo), Luizão, Douglas Assis e Paulinho; Doriva, Fábio Bahia, Marcelinho (Celsinho), Maicon Souza (Cléo Silva) e Everaldo; Ricardo Bueno. Técnico: Marquinhos Santos
Ponte Preta – Ivan; Igor, Léo Santos, Renan Fonseca e Ruan; Nathan, João Vitor (Paulinho) e Tiago Real (Murilo Henrique, depois Neto Costa); André Luís, Danilo Barcelos e Júnior Santos. Técnico: João Brigatti
Gols – Júnior Santos aos 38’ do 1T e aos 9’ do 2T
Árbitro – Antônio Dib Moraes de Sousa
Cartões Amarelos – Paulinho, Tony, Henal (São Bento), André Luis e André Castro (Ponte Preta)
Público – 2.598 pessoas
Renda – R$ 39.245
Local – Estádio Municipal Walter Ribeiro (CIC)

Comentários