São Bento

São Bento exibiu um desempenho melhor e diferente contra o Taubaté

Técnico diz que equipe melhorou passes e envolveu adversário: “Gostei”
Um São Bento diferente
Crédito da foto: Emidio Marques / Arquivo JCS (7/1/2020)

Ao final da partida contra o Taubaté, na quarta-feira (12), o técnico Léo Condé explicou a ausência do atacante Ruan nos dois últimos compromissos do São Bento pelo Campeonato Paulista da Série A2. O jogador que iniciou a temporada como titular, não é relacionado desde o confronto contra o XV de Piracicaba, no dia 1º de fevereiro, fora de casa.

“Ele está com alguns problemas pessoais e a gente entende que ele tem que estar com a cabeça legal para jogar futebol. Quando ele resolver essa questão, pode ser que ele retorne a trabalhar conosco”, revelou Condé, ao microfone da rádio Cruzeiro FM 92,3. Apesar da situação, o atacante treina normalmente com o restante do grupo.

O problema com o jogador não interferiu no desempenho beneditino dentro de campo. Apesar de ter sofrido o empate contra o Burro da Central apenas dois minutos depois de ter aberto o placar, o São Bento demonstrou uma performance bem diferente daquela do confronto contra o Red Bull, no último final de semana, quando deixou o Estádio Walter Ribeiro (CIC) sob vaias da torcida.

Leia mais  São Bento muda programação e encara o Paulista em jogo-treino

 

“No geral, eu gostei da nossa equipe. Talvez (tenha sido) o jogo mais consistente nosso dentro do campeonato em termos de marcação. No segundo tempo, gostei das trocas de passes, conseguimos envolver a equipe deles”, explicou o técnico Léo Condé. Mesmo com o ponto conquistado, o Bentão permanece fora da zona de classificação, dois pontos atrás do Audax, o oitavo colocado.

“Estamos numa situação da competição que precisamos de ponto. Eu queria muito levar os três pontos para Sorocaba, mas esse ponto pode ser importante. A gente está na zona próxima da classificação, mas também próximo do rebaixamento. Estamos olhando para cima, esse time sempre vai estar olhando para cima”, disse Condé.

A arbitragem de Thiago Luís Scarascati foi um tema muito discutido após o confronto. O árbitro conseguiu irritar as duas equipes, mas o São Bento tem muito o que reclamar com as marcações invertidas de faltas, desconsideração de nítidos escanteios a favor dos sorocabanos e a expulsão de Jheimy no último minuto de jogo.

Leia mais  Começa o desmonte do elenco do São Bento para a Série A2

 

“A arbitragem foi um pouco confusa. Teve um lance, talvez, de um pênalti a favor deles, mas em contrapartida ele marcou uma falta inexistente que originou o gol (do Taubaté). O Wellington Bruno iria deixar o Diego Tavares na cara do gol, mas ele marcou uma falta. O Jheimy apanhou o jogo inteiro do zagueiro e acabou sendo expulso. Então, no mínimo, confusa a arbitragem”, falou Condé.

Além de Jheimy — suspenso –, Léo Condé ainda não poderá contar com Sávio, que segue no trabalho de recuperação de uma lesão no músculo adutor da coxa direita, e Erick Luís, com problema no músculo reto femural da coxa direita. As opções para o ataque são Diego Tavares, Matheus Pimentel, Rafinha e Uberaba. O Bentão volta a campo no domingo, às 10h, contra a Portuguesa Santista, em Santos. (Zeca Cardoso)

Comentários