São Bento

São Bento bate na tecla de sempre: errar menos para poder vencer

Azulão enfrenta o Vitória no sábado (18), em Salvador, ainda na busca da primeira vitória no Brasileiro Série B
A tecla de sempre
O técnico Doriva orienta os jogadores durante o treino de terça-feira no CT da Fazenda dos Ipês. Crédito da foto: Fábio Rogério

O São Bento enfrenta o Vitória, no sábado (18), em Salvador, ainda na busca da primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. Até o momento foram três jogos — duas derrotas e um empate. Com apenas um ponto conquistado, o time de Sorocaba é o vice-lanterna, só à frente do Brasil de Pelotas, que ainda não pontuou. A tônica nas entrevistas vem sendo a mesma desde o início do campeonato nacional: errar menos.

Leia mais  São Bento contrata atacante Rafael Silva para a sequência da Série B

 

“Na Série B quem erra menos acaba saindo vitorioso. E nós temos a prova disso: até aqui, acabamos errando mais e fomos derrotados. Agora, contra o Vitória, temos que errar menos”, falou Joãozinho, o atacante na partida contra o Botafogo sofreu uma falta não marcada pela arbitragem e ficou caído no gramado. Na sequência do lance, o clube de Ribeirão Preto fez o gol que decretou a derrota do São Bento.

Nas partidas contra o Atlético-GO (3 a 1) e Figueirense (2 a 2), as falhas individuais custaram melhores resultados. No empate em Santa Catarina, a equipe sorocabana vencia até os 40 minutos do segundo tempo. “Doriva vem conversando bastante com a gente para termos o máximo de atenção, já que em dois jogos o sistema defensivo falhou. E os jogos da Série B são muito parelhos. Não podemos errar tanto como estamos errando”, explicou o zagueiro Wesley.

No treinamento da última terça-feira (14), aberto para a imprensa, Doriva, mais uma vez, deu muita atenção ao sistema defensivo. Com laterais, zagueiros e um volante, o trabalho de compactação, marcação das subidas pelos lados e infiltrações pelo meio do campo foram exaustivamente treinados. O técnico beneditino corrigia até o posicionamento do corpo dos atletas.

Doriva é o terceiro comandante no ano. Já passaram pelo Azulão Marquinhos Santos e Silas. Até aqui, nenhum treinador conseguiu mudar a fase ruim do clube na temporada. “Com o Doriva, eu vi a maior evolução até agora. Mas (a fase) incomoda, porque parece que as coisas não acontecem para nós, mas dão certo para o adversário. Não tem muito o que dizer, simplesmente continuar trabalhando, focado e quando a primeira vitória sair, tomara que venham várias”, desabafou Joãozinho.

A equipe de Sorocaba treina nesta quinta-feira (16), às 10h, no CT Fazenda dos Ipês e viaja à noite para Salvador. Já na capital baiana, amanhã, realiza um treinamento na parte da tarde no CT do Bahia. A partida será realizada no sábado, às 16h30, no Barradão. (Zeca Cardoso)

Comentários

CLASSICRUZEIRO