São Bento

Roni ainda busca condições físicas ideais

Embora ainda não tenha condições ideais para encarar o Coritiba, o atacante Roni, de 27 anos, garante estar bastante motivado para defender as cores azuis e brancas do São Bento — ontem foi o primeiro treino dele com o elenco. O jogador pertence ao São Paulo e chega por empréstimo. No Tricolor, o atleta pouco jogou: foram somente cinco partidas oficiais, depois de se destacar no Mogi Mirim, em 2013, no Campeonato Paulista.

O último clube do currículo foi o Belenenses, de Portugal, onde disputou a temporada 2017/2018. Antes disso, entretanto, Roni teve uma passagem pelo Adanaspor, da Turquia, com um pouco mais de destaque. Lá, ele chegou a ser chamado carinhosamente pela torcida de “Wayne Roni”, em referência ao atacante inglês Wayne Rooney que, hoje, aos 32 anos, atua no futebol dos Estados Unidos, pelo DC United. “Eu consegui fazer 10 gols e o pessoal estava meio que comparando, mas deixa para lá essas histórias”, cita ele, sorridente.

Leia mais  Treinar é a receita do técnico do São Bento

Mas, até poder ser comparado ao maior artilheiro da seleção inglesa, Roni passou por um grande susto. Ele desembarcava — acompanhado do lateral Digão e do empresário Décio Oliveira — na Turquia no mesmo dia em que houve um atentado terrorista no aeroporto de Ataturk, em Istambul, com registro de 42 mortos e 239 feridos, em 28 de junho de 2016. “Cheguei num momento delicado, infelizmente”, lembra.

Ao torcedor beneditino que não conhece tanto as características do jogador, ele apresenta suas credenciais: “Sou um atacante de lado, mas na Europa joguei no meio também. Do meio para frente estou à disposição. Vou para cima, sempre procurando o gol.”

Comentários