fbpx
São Bento

Presidente do São Bento diz assumir responsabilidade por rebaixamento

O planejamento para o Campeonato Paulista era de contratar jogadores mais conhecidos no cenário nacional
Presidente do São Bento diz assumir responsabilidade pelas quedas
O presidente do São Bento, Márcio Rogério Dias. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (11/10/2019)

O presidente do São Bento, Márcio Rogério Dias, publicou uma nota em que assume toda a responsabilidade pela temporada do clube, marcada pelo rebaixamento à Série A2 Paulista e a iminente queda para a Série C do Campeonato Brasileiro. O descenso nacional pode ser confirmado no próximo domingo, quando a equipe sorocabana enfrenta o Brasil-RS no CIC, às 16h.

“Tenho a consciência de que no cargo que ocupo a responsabilidade é minha em qualquer que seja a situação mas, apenas a vitória e as conquistas são mérito de todos, faz parte. A vida me ensinou a tomar decisões e assumir a responsabilidade pelas minhas escolhas e aqui estou”, comentou em uma rede social.

O planejamento para o Campeonato Paulista era de contratar jogadores mais conhecidos no cenário nacional, pois a competição conta com um bom volume de dinheiro nas premiações e, por enfrentar os grandes da Capital, a possibilidade de gerar grandes receitas de bilheteria nessas partidas. Mas Márcio Rogério Dias escreve que a estratégia não deu certo.

Leia mais  ‘Três macacos’ no Cine Reflexão

“Pior, caímos, e este reflexo atingiu o planejamento do segundo semestre. Demoramos para mandar embora (jogadores) por conta da responsabilidade em dispensar, pois, as rescisões custam caro e devem ser negociadas com inteligência. Quando se paga dispensa, se deixa de investir”, analisou.

O mandatário beneditino pontuou a reestruturação para o próximo ano. “Acredito que num momento em que muitos times passam por situação financeira difícil, de alguma forma ficou cômodo para muitos (técnicos e jogadores) trabalhar aqui. Todos recebem seus salários em dia, o clima não é de rebaixamento, ninguém quer sair. Vamos pensar em 2020 e começar a restruturação já.”

Oposição

Na última segunda-feira, o Conselho Deliberativo do São Bento publicou uma carta, com a assinatura do presidente José Francisco Garcia Loureiro, em que se posicionava a favor da renúncia de Márcio Rogério Dias e do diretor de futebol, José Urban Filho, em virtude dos maus resultados em 2019.

Leia mais  São Bento se despede da Série B com vitória fora de casa

“Não vamos jogar a toalha. Colocamos o São Bento onde está, acreditamos lá atrás e chegamos até aqui, por muitos, nem teríamos tentado. Vou cumprir meu mandato junto com meus pares até o fim e vamos lutar para devolver o São Bento onde nós mesmos colocamos”, finalizou o presidente.

Em meio ao momento conturbado, o Azulão ainda fará três partidas até o fim da Série B. No domingo, o técnico interino Marcelo Cordeiro não poderá contar com o zagueiro Gérson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para a posição, terá à disposição apenas Alisson e Eduardo, já que Joílson e Élton estão no departamento médico. (Zeca Cardoso)

Comentários