São Bento

Pablo desabafa sobre má fase do São Bento: ‘Chega de desculpas’

Volante diz que elenco deve assumir responsabilidade pela situação do time no Brasileiro Série B
‘Chega de desculpas’
O volante (ao centro) tem jogado improvisado de lateral-direito. Crédito da foto: Emidio Marques / Arquivo JCS (5/7/2019)

“Chega de desculpas”. Foi nesse tom que o volante Pablo, que está sendo improvisado na lateral-direita do São Bento, resumiu o momento do time na Série B. Já são seis partidas sem vitórias: quatro derrotas e dois empates. Por conta da última igualdade, contra o Operário-PR (1 a 1), dentro de casa, os sorocabanos desperdiçaram a chance de sair da zona do rebaixamento.

Leia mais  Henal falha e São Bento empata por 1 a 1 com o Operário no CIC

 

“Doriva, a própria diretoria, todos estão isentos de culpa nessa parte. A partir do momento que nós entramos em campo com onze jogadores, a culpa é nossa. Nós temos que assumir a responsabilidade. Chega de vir aqui (nas entrevistas coletivas) e falar que vai tentar, que vamos conseguir. Temos que encontrar uma maneira extremamente rápida de parar de dar desculpa”, desabafou Pablo.

O Bentão está com 9 pontos em 11 jogos. É o 17º colocado, na zona da degola há três rodadas seguidas. O ano é péssimo para o clube. No primeiro semestre foi rebaixado no Campeonato Paulista, competição em que conquistou apenas uma vitória. Em toda a temporada já entrou em campo 23 vezes e venceu apenas três.

“Tem alguma coisa errada. Nós, jogadores, estamos muito tristes com a situação, mas estamos deixando de fazer alguma coisa. Temos que achar o que é e colocar em prática. Não tem mais espaço para lamento ou desculpa. A gente tem que entrar na próxima partida com o objetivo de vitória”, falou o volante.

O próximo confronto é contra o Guarani, na sexta-feira (26), às 20h30, em Campinas. O Bugre também vive uma situação muito ruim na competição. É o último colocado, com 6 pontos. Será, portanto, um jogo-chave na briga na parte de baixo da tabela. Uma partida que envolverá ainda mais o fator psicológico, já que a confiança e a inteligência emocional estão em falta em ambas as equipes.

“No futebol, tem de ter 100% (de vontade dentro de campo), no caso do São Bento tem de ser 110%, 120%. Estamos igualando na vontade e estão vencendo de alguma forma. Se o nosso time realmente tem qualidade, se realmente está entrando tão concentrado, o que está faltando? Então, se é o lado psicológico, que procuremos ajuda ou nos fortalecer, e nos unirmos mais”, relatou.

Para a próxima partida, a diretoria do clube disponibilizará o transporte e 48 ingressos, sem custos, para sócios-torcedores que estejam em dia com as suas mensalidades. Os interessados devem entrar em contato, entre 9h e 11h, com a secretaria do São Bento pelo telefone 3329-3507. (Zeca Cardoso)

Comentários

CLASSICRUZEIRO