São Bento

Mudança acirra disputa na meta do Bentão

Para Edson Vieira, seus dois goleiros têm o mesmo nível
Mudança acirra disputa na meta do Bentão
Lucas Macanhan foi titular durante o Paulista Série A2. Crédito da foto: Emidio Marques / Arquivo JCS (24/1/2020)

Na primeira vitória do São Bento na Série C do Campeonato Brasileiro, quinta-feira (15), por 2 a 0, contra o São José (RS), em Sorocaba, o técnico Edson Vieira preparou uma novidade no gol beneditino. Paulo Vitor foi o titular no lugar de Lucas Macanhan.

Durante a disputa dos pênaltis na final da Série A2 do Campeonato Paulista, em que o Bentão foi derrotado pelo São Caetano, Macanhan perdeu a sua cobrança. O treinador disse que a mudança foi apenas para preservar fisicamente o goleiro. “Foi uma opção minha, para dar um descanso para ele. O Paulo tem jogado a Série C, segurando o rojão. Então, eu estou (bem) servido de goleiros”, respondeu.

O comandante beneditino ressaltou que, na sua avaliação, os dois jogadores estão no mesmo patamar. “Os dois goleiros meus são titulares, os dois do mesmo nível. Nós aqui somos privilegiados, joga o Lucas, joga o Paulo. Não tenho preocupação nenhuma. A gente pensa, conversa com o preparador de goleiros, com os auxiliares”, pontuou.

Se para muitos a troca foi uma surpresa, para Paulo Vitor nem tanto. Na véspera da partida, Edson Vieira avisou ao jogador que ele seria o titular do gol sorocabano. E o atleta correspondeu com uma boa atuação. “O Edson havia me avisado um dia antes que eu iria jogar. Muito feliz. Nada contra o Lucas, mas a gente vem sempre trabalhando para conseguir o nosso espaço. Muito feliz com a partida e por ter ajudado a equipe”, falou o goleiro.

Mudança acirra disputa na meta do Bentão
Paulo Vitor já vinha atuando no primeiro turno da Série C. Crédito da foto: Neto Bonvino / Bento TV (21/7/2020)

Apesar da titularidade na última partida, Paulo Vitor não tem uma sequência garantida. Edson Vieira não sinalizou que possa iniciar uma espécie de rodízio entre os seus goleiros. Por isso, Paulo se mantém focado no dia a dia para estar pronto quando for chamado. “Goleiro cada dia tem que matar um leão. Todo jogador é assim, todo jogador quer jogar. Cada treinamento, cada jogo que você jogar, tem que estar bem treinado, bem concentrado, porque quando o professor te chamar, você tem que estar preparado”, finalizou.

Com Paulo ou Macanhan, fato é que o São Bento encara amanhã (18) o Brusque, às 16h, fora de casa, pela 11ª rodada da Série C. Os sorocabanos estão na nona colocação do Grupo B, dentro da zona do rebaixamento, com oito pontos, os catarinenses lideram, com 23.

Para o confronto, o lateral-esquerdo Allan Vieria, o meia Igor e os atacantes Jair e Jheimy seguem em recuperação no departamento médico. Já o volante Serginho, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo contra o São José (RS), estará de volta.

Rescisões

A direção do São Bento informou que rescindiu o contrato de três jogadores: o zagueiro Márcio, o volante Adriel e o atacante Matheus Guarujá. Com apenas a Série C em disputa, Edson Vieira já havia informado que iria diminuir o número de jogadores no elenco.

Com as contratações do zagueiro Dogão, do meia Léo Aquino e dos atacantes Coutinho e Magrão, o grupo beneditino estava com 37 atletas. Agora são 34, incluindo quatro goleiros. O treinador entende que ter 26 jogadores de linha será o ideal. (Zeca Cardoso)

Comentários