São Bento

De olho no Paulistão

São Bento planeja 2021 enquanto briga para ficar na Série C
De olho no Paulistão
O técnico Edson Vieira permanecerá comandando a equipe no ano que vem. Crédito da foto: Fábio Rogério (9/10/2020)

Buscando a permanência na Série C do Campeonato Brasileiro, o planejamento do São Bento para a próxima temporada, quando volta à elite do futebol estadual, já está em curso. Do atual elenco, 10 jogadores já estão com os contratos renovados para o Paulistão: os goleiros Paulo Vitor e Bruno; os zagueiros Bruno Leonardo e Douglas Assis; o lateral-esquerdo Luís Henrique; os volantes Fábio Bahia, Serginho e Evandro; e os atacantes Ruan e Coutinho.

A situação financeira será complicada. “O São Bento não vai ter o teto que os times considerados pequenos terão. Teremos que contratar 16, 17 jogadores com ‘fome’, que venham para cá vestir a camisa, de saber que o São Bento não pode cair de divisão”, disse Edson, que será o treinador no Paulistão.

No ano passado, quando o Bentão foi rebaixado à Série A2 do Campeonato Paulista, a estratégia da diretoria foi a de contratar jogadores conhecidos no mercado para buscar elevar o patamar do clube. Proposta que não deu certo e não irá se repetir. “Vamos buscar o Zezinho, que jogou no Vasco, no Flamengo, no Santos, no Botafogo (por) 60 mil (reais) por mês?. O São Bento não vai trazer esse tipo de jogador para cá, não dá certo, já foi comprovado. São Bento precisa de jogador que tem ‘fome’ ”, afirmou o treinador.

Leia mais  São Bento guarda Coutinho para o final

Mesmo em meio à crise financeira no time e no País, Edson Vieira acredita que as finanças do clube podem melhorar. A cota da Federação Paulista de Futebol (FPF), em 2020, foi de cerca de R$ 6 milhões para os clubes do interior. “Vamos ter uma grana da Federação, acredito muito na cidade, que iremos ter patrocínio, mesmo com a pandemia. Mas hoje, o torcedor tem que estar sabendo disso, o São Bento não tem como competir com os demais pequenos”, pontuou.

Porém, Edson Vieira garantiu que a sua cabeça está totalmente voltada para livrar o São Bento do descenso à Série D do Campeonato Brasileiro. O foco é total para garantir a permanência na terceira divisão nacional. “Todo mundo sabe, o vestiário sabe, que quando acabar a Série C, conquistando ou não, muda muita coisa para Série A1. Só que eu não posso, nem em pensamento, jogar a toalha e desacreditar da Série C”, reforçou o comandante beneditino.

Leia mais  Azulão tem jogo de vida ou morte em Minas

O Bentão está na lanterna do Grupo B, com 13 pontos, três a menos que o São José (RS), primeiro clube fora da zona do rebaixamento. No domingo, às 15h, os sorocabanos enfrentam o Volta Redonda (RJ), fora de casa, pela 16ª rodada da Série C. (Zeca Cardoso)

Comentários