Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Castigado no final

11 de Abril de 2021

Castigado no final O Bragantino resolveu o jogo quando os titulares entraram, no segundo tempo. Crédito da foto: Neto Bonvino / Bento TV

Com um gol aos 43 minutos do segundo tempo, o São Bento perdeu de virada, por 2 a 1, para o Red Bull Bragantino, ontem à noite. O jogo no Estádio Walter Ribeiro marcou a retomada do Campeonato Paulista após paralisação por causa das medidas de combate à pandemia de coronavírus, e valeu pela nona rodada.

Com a derrota, o Azulão sorocabano continua sem vencer e amarga a lanterna do Grupo D, com apenas dois pontos. Já o Bragantino segue invicto e se isolou na liderança do Grupo C, com 11 pontos -- três a mais que o Palmeiras, que tem um jogo a menos.

Devido à maratona de jogos que o Bragantino vai ter pela frente -- três em seis dias --, o técnico Maurício Barbieri colocou um time alternativo em campo. Logo aos cinco minutos, Diego Tavares ficou com o rebote do goleiro Cleiton e cabeceou por cobertura para colocar o São Bento na frente.

Um dos poucos titulares em campo, Helinho deixou tudo igual em cobrança de pênalti aos 22 minutos. A bola acertou o braço de Gabriel dentro da área e o árbitro só viu depois de consultar o VAR. O lance, duvidoso, gerou muita reclamação da parte do São Bento. O Azulão ainda acertou uma bola no travessão antes do intervalo.

Com o passar do tempo na segunda etapa, Maurício Barbieri colocou alguns titulares em campo, como Claudinho, Artur e Ytalo, e eles fizeram a diferença. Aos 44 minutos, Helinho deu passe preciso para Ytalo, que dominou e bateu por baixo de Luiz Daniel.

O São Bento volta a campo na terça-feira, contra o Santo André, às 20h, no Canindé, pela quinta rodada. (Da Redação)

SÃO BENTO 1 X 2 RED BULL BRAGANTINO

São Bento - Luiz Daniel; Gabriel, Dirceu, Bruno Leonardo e Pablo; Fábio Bahia, Serginho (Escobar), Patrick Vieira (Coutinho) e Daniel Costa (Matheus Santos); Diego Tavares e Ítalo (Geovane Itinga). Técnico: Edson Vieira

Red Bull Bragantino - Cleiton; Weverton, Ligger, Natan e Weverson (Edimar); Jadsom Silva, Vitinho (Ricardo Ryller), Cuello (Artur), Leandrinho (Claudinho) e Helinho; Hurtado (Ytalo). Técnico: Maurício Barbieri

Gols - Diego Tavares, aos 10, e Helinho, aos 22 minutos do primeiro tempo; Ytalo, aos 44 minutos do segundo tempo

Árbitro - Douglas Marques das Flores

Cartões Amarelos - Patrick Vieira (São Bento); Edimar, Ricardo Ryller, Cuello e Ligger (Red Bull Bragantino)

Local - Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba