fbpx
São Bento

BO relata que ex-técnico do São Bento teria agarrado copeira em hotel

Funcionária denunciou Milton Mendes por estupro
Milton Mendes, ex-técnico do São Bento. Crédito da Foto: Fábio Rogério/Arquivo JCS (7/10/2019)

O jornal Cruzeiro do Sul teve acesso ao boletim de ocorrência registrado pela copeira de um hotel de Sorocaba contra o então técnico do São Bento, Milton Mendes, por estupro.

O fato teria ocorrido na última quinta-feira (31), antes do time viajar para Santa Catarina — onde jogou contra o Criciúma no sábado e empatou por 1 a 1.

Leia mais  Técnico do São Bento, Milton Mendes, é acusado de assédio sexual

 

Conforme o documento, o ex-treinador beneditino teria abordado a vítima primeiramente na cozinha do hotel e entregado a ela um bilhete com o número de seu celular.

Diante da negativa da moça, que explicou ser casada, Milton Mendes teria deixado o bilhete sobre o balcão. A funcionária, então, teria pedido a uma amiga para que jogasse o papel no lixo.

Posteriormente, o treinador teria entrado na cozinha e, estando sozinho com a vítima, a agarrou e se esfregou nela.

A vítima relata que o empurrou, mas foi beijada pelo técnico a força.

Câmera

Após o ocorrido, a moça teria procurado o gerente do hotel e verificado as imagens gravadas pela câmera, as quais, conforme o BO, registram o momento em que Milton Mendes entra e sai da cozinha, mas não o que se passou lá dentro.

O gerente do hotel também teria conversado com o então comandante do São Bento, na presença da vítima, situação em que Milton Mendes negou os fatos.

O caso está em investigação na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Sorocaba, que abriu inquérito sobre o assunto nesta segunda-feira (4).

Defesa

Milton Mendes pediu demissão do São Bento na noite do sábado (2), após o jogo contra o Criciúma — mesmo dia que a acusação começou a ser noticiada pela mídia em Sorocaba.

Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador condenou a divulgação da notícia sem que ele desse sua versão sobre o caso.

“Todo mundo assustado. Não sei como isso caiu na mídia. Existe sempre os dois lados. Não pode só ouvir uma pessoa falando. No Brasil, humilham as pessoas perante ao público. Não vou ficar calado. Vou até o fim. Estou aborrecido. Tenho mulher, filho. Irresponsável falar uma coisa dessas. Totalmente lamentável”, disse.

Ele garantiu que sua saída não teve relação com a acusação de estupro. “Não tínhamos a menor consciência do que estava acontecendo. Eu já tinha avisado o presidente sobre minha saída. E, de repente, veio essa bomba. As pessoas que fizeram isso vão pagar. Não vou medir esforços para encontrar a verdade. Quem me conhece sabe quem sou”, comentou.

“Minha esposa tem um problema que temos que avaliar melhor e ela está precisando de mim, tenho uma filha de 17 anos. Ela vai de um lado para o outro, minha mulher não está bem e precisa de mim lá”, justificou Milton Mendes.

Com 29 pontos, o São Bento é o lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro — a seis do Londrina, o primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Os auxiliares Luizinho Rangel e Marcelo Cordeiro vão comandar a equipe contra a Ponte Preta nesta terça-feira, às 21h30, no estádio Moisés Lucarelli. (Da Redação, com informações de Estadão Conteúdo)

Comentários