São Bento

Allan Vieira aceita readequação salarial e fica no São Bento

Lateral-esquerdo voltou atrás e aceitou proposta de readequação salarial
Allan Vieira fica no Azulão
O ala havia sido liberado pela diretoria beneditina, mas chegou a acordo para permanecer no elenco. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (4/3/2020)

Mais um jogador do São Bento voltou atrás na decisão de deixar o clube por não aceitar a readequação salarial. Desta vez, o lateral-esquerdo Allan Vieira, que havia sido liberado pela diretoria no último dia 13, chegou em um acordo com os dirigentes na manhã de ontem (20) e segue no elenco.

Não é a primeira vez que uma situação como essa acontece. O zagueiro Douglas Assis passou pelo mesmo processo. Em nota oficial, o Azulão informou que o atleta não faria mais parte do plantel, mas dias depois informou que ele havia revisto o posicionamento e estaria disposto a se enquadrar na mudança de contrato.

Em entrevista veiculada no instagram do jornal Cruzeiro do Sul na terça-feira (19), o técnico Edson Vieira havia alertado que esse movimento poderia acontecer com alguns jogadores. “Eu acho que tem jogador que estava propenso a assinar a rescisão, mas que vai ficar no clube. A gente vive uma situação bem delicada”, informou.

Com larga experiência no futebol, tanto como atleta e treinador, Vieira alertou para o momento de instabilidade que o mundo vive, por conta da pandemia do novo coronavírus, e que fatalmente afeta as modalidades esportivas. Se os grandes clubes passam por um reformulação financeira, os de divisões inferiores também vão sentir.

“Por exemplo, o cara (clube) tem interesse no Flávio Boaventura, que saiu. Antes da pandemia, esse time estava fazendo proposta para ele ganhar três vezes mais do que ganha no São Bento. Você acha que ele estão com a mesma proposta?”, exemplificou o comandante beneditino.

Para pontuar o leitor, a rescisão do zagueiro Boaventura foi comunicada como uma decisão em comum acordo entre atleta e diretoria. Não foi relatada a quebra de contrato por conta de um desacordo no reajuste dos vencimentos.

Baixas

Até agora, desde a parada da Série A2, o clube perdeu os defensores Flávio Boaventura e Victor Salinas e o volante Doriva. Ambos chegaram ao fim do contrato.

Sem previsão de volta das competições, o clube segue com a preparação física individual dos atletas, já que não são autorizados os treinamentos em suas dependências. O São Bento é o nono colocado do Paulista Série A2, paralisado após a 12ª rodada e restando três para finalizar a primeira fase. (Zeca Cardoso)

Comentários