Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Reservas do Peixe recebem o Ituano

13 de Março de 2021

Reservas do Peixe recebem o Ituano Copete volta a jogar pelo Santos após um ano. Crédito da foto: Ivan Storti / Santos FC (2/3/2021)

A derrota na final da Copa Libertadores custou caro ao Santos, que tem de disputar as fases preliminares da competição em meio ao começo do Campeonato Paulista. Hoje (13), possivelmente com escalação cheia de reservas mais uma vez, a equipe recebe o Ituano, às 19h, na Vila Belmiro, tentando desencantar após três tropeços no torneio. A meta, além do primeiro triunfo no Estadual, é tentar esquecer o Deportivo Lara por ao menos 90 minutos.

Não passa pela cabeça de Ariel Holan uma eliminação precoce, antes da fase de grupos. Desta maneira, os titulares devem ser preservados pelo treinador para defender a vantagem de 2 a 1 conquistada na Vila Belmiro. O jogo de volta com os venezuelanos já ocorre na terça-feira, no Estádio Olímpico de Caracas. O empate faz os santistas avançarem para um segundo mata-mata. E Holan não quer saber de surpresas desagradáveis.

Para o embate com a equipe de Itu, o técnico argentino pode dar a primeira chance para o seu “porta-voz” do elenco. Copete deve entrar em campo, na Vila Belmiro, no dia em que completa um ano sem disputar uma partida oficial. A última aparição foi diante do La Serena, pelo Everton, no Campeonato Chileno.

Com dois empates frente a Santo André e Ferroviária, e a goleada sofrida no clássico para o São Paulo, por 4 a 0, o Santos hoje não estaria entre os classificados às quartas de final do Paulistão. Algo que não ocorre há muito tempo e não passa pela cabeça de ninguém na Vila Belmiro.

Iniciar imediatamente uma reação se faz necessário para não deixar Mirassol e Guarani abrirem vantagem. Para isso, o treinador deve optar por um esquema bastante veloz e com intensa movimentação do meio para a frente. Copete, Jean Mota, Marcos Leonardo ou Lucas Braga e Gabriel Pirani não terão posição fixa.

A ordem é tentar confundir a marcação do invicto Ituano. Depois de flertar com o rebaixamento em 2020, o time de Itu se reorganizou e faz boa campanha, com duas vitórias e um empate. O time, porém, jamais venceu na Vila Belmiro. Desde que ascendeu pela primeira vez à elite estadual, em 1990, o Ituano jogou 11 vezes no estádio, tendo arrancado três empates e sofrido oito derrotas.

Para acabar com esse jejum, o Ituano aposta no bom início de temporada. Com sete pontos nas três primeiras rodadas, o time está na liderança do Grupo C, na frente de Red Bull Bragantino, Palmeiras e Novorizontino.

Depois de rasgar elogios ao futebol apresentado no empate em casa com o Mirassol, por 1 a 1, Vinicius Bergantin não deve realizar mudanças nos titulares. O goleiro Pegorari e o atacante Gabriel Taliari seguem no departamento médico. (Fabio Hecico - Estadão Conteúdo)

SANTOS x ITUANO

Santos - John; Laércio, Luiz Felipe e Alex; Lucas Braga, Guilherme Nunes, Ivonei e Gabriel Pirani; Copete, Jean Mota e Marcos Leonardo (Madson). Técnico: Ariel Holan

Ituano - Edson; Jeferson, Suéliton, Léo Santos e Breno Lopes; Tárik, Fillipe Soutto e Fernando Medeiros; Branquinho, Iago e Bruno Lopes. Técnico: Vinícius Bergantin

Árbitro - Salim Fende Chávez

Horário - 19h

Local - Vila Belmiro, em Santos