Esporte

Renato Augusto quer jogar no Mundial de 2022 pela Seleção Brasileira

Meio-campista é um dos principais veteranos do atual grupo e comemora o fato de permanecer nos planos do técnico Tite
Nesta quarta-feira (10), o meio-campista participou do último treino do Brasil no CT do Tottenham antes da viagem para a Arábia Saudita. Crédito da Foto: Pedro Martins/MoWa Press

Após defender o Brasil na campanha do inédito ouro olímpico nos Jogos do Rio, em 2016, e atuar pela equipe nacional na Copa do Mundo da Rússia, Renato Augusto está iniciando com a seleção um novo ciclo que visa principalmente o Mundial de 2022, no Catar. Aos 30 anos de idade, o meio-campista é um dos principais veteranos do atual grupo comandado pelo técnico Tite e, nesta quarta-feira (10), em Londres, comemorou o fato de permanecer nos planos do comandante para esse novo ciclo de quatro anos.

Convocado para defender o Brasil nos amistosos contra a Arábia Saudita, nesta sexta-feira (12), às 15 horas (horário de Brasília), em Riad, e diante da Argentina, na próxima terça-feira (16), em Jeddah, também em solo saudita, o jogador realizou dois treinos com a seleção no CT do Tottenham nesta semana e exibiu empolgação ao projetar o início dessa nova fase.

Leia mais  Ginastas Flávia Saraiva e Rebeca Andrade conquistam ouro na Alemanha

“Estamos preparados para fazer um bom jogo e manter o nível de atuação, que é o mais importante. Feliz de estar em um novo ciclo, com a chegada de novos jogadores e a permanência de outros. Então, quem ganha com isso é a seleção, de ter um grupo muito forte. E agora é preparar para estar sempre jogando bem, sempre mantendo o nível, para poder conquistar as vitórias”, afirma o atleta do Beijing Guoan, da China, em entrevista ao site da CBF.

Renato Augusto foi um dos três jogadores com idade superior a 23 anos a ter sido convocado para defender o Brasil na Olimpíada de 2016. E, nesta quarta-feira (10), ele falou sobre a alegria de poder encontrar alguns jovens atletas que estiveram naquela seleção que faturou o ouro, como é o caso do volante Walace, do Hannover, que tem justamente 23 anos.

Leia mais  Boca pede punição ao River no Tribunal de Disciplina da Conmebol

“Acho que cada vez mais vamos ter jogadores que jogaram a Olimpíada pela seleção porque a idade vai começar a bater com o auge dos jogadores. Fico feliz por fazer parte disso. Era um dos mais velhos na Olimpíada e hoje estou reencontrando alguns deles, como o Walace. Fico feliz por ter participado disso tudo”, enfatiza.

O volante será escalado em um time que deverá ter também Casemiro e Gabriel Jesus. Crédito da foto: Pedro Martins/MoWA Press

 

Autor do gol do Brasil na derrota por 2 a 1 para a Bélgica, na Rússia, pelas quartas de final da Copa do Mundo, Renato Augusto foi chamado para atuar pela seleção nos dois primeiros amistosos após o Mundial, contra Estados Unidos e El Salvador, realizados no mês passado em solo norte-americano, mas acabou pedindo dispensa do time nacional e não participou daqueles confrontos.

Assim, iniciará esse novo ciclo, de fato, no amistoso contra a Arábia Saudita. O volante será escalado em um time que deverá ter a seguinte formação na sexta-feira (12): Ederson; Fabinho, Marquinhos, Pablo e Alex Sandro; Casemiro; Fred, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Leia mais  Sport vence Santos em Recife, mas amarga o seu quinto rebaixamento no Brasileirão

Nesta quarta-feira (10), o meio-campista participou do último treino do Brasil no CT do Tottenham antes da viagem para a Arábia Saudita, onde fará um trabalho final de preparação para o jogo contra a seleção da casa nesta quinta-feira (11), às 12 horas (horário de Brasília), no estádio da Universidade King Saud, palco do amistoso de sexta-feira (12). (Estadão Conteúdo)

Comentários