Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Que venha o Tigres

05 de Fevereiro de 2021

Que venha o Tigres Elenco fez trabalho na academia do hotel e, depois, foi ao gramado para primeira atividade com bola. Crédito da foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras (4/2/2021)

O Palmeiras realizou ontem (4) o primeiro treino em Doha, no Catar, como preparação para a estreia no Mundial de Clubes da Fifa, no próximo domingo, contra o Tigres, do México. O Verdão teve inicialmente um trabalho na academia do hotel e depois utilizou o gramado da Academia Aspire, complexo anexo à concentração, para fazer um trabalho leve voltado à semifinal.

O time fez neste primeiro treino uma atividade similar a um rúgbi. Os jogadores foram divididos em dois times e só podiam dar até três passos com a bola nas mãos. Depois, era preciso repassá-la ao outro companheiro. Para marcar o gol, era preciso finalizar de cabeça

Na segunda parte do treinamento, em vez de a bola ser repassada com as mãos, os passes foram trocados com o pé, pelo alto. Na parte final, quem foi titular na partida contra o Botafogo, na terça-feira, fez complementos físicos e terminou o trabalho mais cedo. Os demais fizeram um trabalho técnico de troca de passes e movimentação.

“Chegamos muito cansados aqui. Hoje à tarde (manhã no Brasil), eu estava muito cansado, mas o doutor (Gustavo Magliocca) falou que era melhor não dormir para deixar para descansar só à noite. Mas logo vamos estar acostumados e nos adaptar rápido”, disse o Gabriel Menino, sobre as dificuldades, após o primeiro trabalho realizado na Academia Aspire.

O time volta ao trabalho hoje (5), quando vai iniciar a ênfase na preparação para enfrentar o time mexicano no domingo, pela semifinal do Mundial de Clubes. No sábado, véspera da partida, o elenco vai ao estádio Education City para fazer o reconhecimento do gramado.

Fuso horário

A diferença de seis horas de fuso horário de São Paulo para Doha, no Catar, é o primeiro obstáculo dos jogadores do Palmeiras antes de iniciar a disputa do Mundial de Clubes da Fifa. Os atletas admitem sentir dificuldade para fazer o organismo se acostumar às novas condições. No domingo a equipe estreia na semifinal contra o Tigres, do México.

Que venha o Tigres Atletas e comissão técnica do Verdão assistiram jogo entre Tigres e Ulsan. Crédito da foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras (4/2/2021)

O Verdão desembarcou em Doha na quarta-feira depois de 12 horas de viagem. A delegação deixou São Paulo por volta das 23h45 da terça-feira (horário de Brasília) e chegou ao Catar na quarta-feira às 18h35 horário local (12h35 de Brasília).

“A gente sabe que é difícil essa questão do fuso horário. Passamos muito tempo no avião, chegamos aqui e por conta do PCR tivemos de ficar no quarto até sair o resultado. Saímos à noite do Brasil e chegamos à noite no Catar. Conseguimos treinar, agora vamos voltar ao hotel, descansar, ter uma boa noite de sono para amanhã (sexta) estarmos totalmente aptos”, descreveu o zagueiro Luan.

O Palmeiras levou ao Catar os 23 inscritos no torneio e mais cinco atletas para completarem as atividades. (Ciro Campos - Estadão Conteúdo)