Esporte

Ponte anuncia presidente e mais quatro atletas infectados por Covid

Atletas e dirigente estão afastados após terem testado positivo
Tiãozinho defende a continuidade do Paulistão. Ele testou positivo para coronavírus nesta sexta (12). Crédito da foto: Rogério Capella/PontePress.

Em meio a incertezas da continuidade ou não do calendário esportivo em São Paulo, a Ponte Preta anunciou, nesta sexta (12), mais quatro casos de contaminados dentro do clube: o goleiro Luan, o lateral-direito Apodi, o volante Dawhan, o meia Renan Mota e o presidente Tiãozinho, que defendeu a continuidade do Campeonato Paulista.

A Macaca informou que os quatro atletas foram afastados ontem (11), quando saíram os primeiros resultados dos testes como inconclusivos. Antes disso, três deles já haviam sido isolados por apresentarem sintomas. O caso de Dahwan é o primeiro de reinfecção no elenco – ele teve a doença em novembro.

Segundo o clube, todos estão isolados e com acompanhamento diário do Departamento Médico. Outros três jogadores que tiveram Covid, porém, foram reintegrados ao elenco após terem se recuperado, casos de Camilo, Rayan e Pedrão. Ainda assim, nenhum deles está apto a entrar em campo neste sábado, contra o Botafogo-SP, pela quarta rodada do estadual, em Ribeirão Preto.

Leia mais  Prefeitura confirma cepa 'da África do Sul' e indústria deve paralisar parcialmente

Tiãozinho já estava afastado de atividades presenciais, despachando em home office, em virtude do protocolo sanitário. O presidente está clinicamente bem e permanecerá sob isolamento. (Da Redação)

Comentários