Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Osaka vence Serena Williams e enfrenta Brady na final do Australian Open

18 de Fevereiro de 2021

Osaka venceu a heptacampeã Serena Williams nesta quinta e vai em busca do bi na Austrália. Crédito da foto: William WEST / AFP

Naomi Osaka teve autoridade e conquistou 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, em cima de ninguém mais do que Serena Williams, nesta quinta-feira (18). Com isso, a atual número 3 do mundo chega à final do Australian Open, torneio no qual foi campeã em 2019.

A japonesa teve dificuldade no início do jogo, sendo quebrada logo no primeiro game, perdendo por 2/0. No entanto, pouco a pouco, Osaka foi se recuperando, devolveu o break no quarto e sexto games, vencendo cinco seguidos para marcar, no fim, 6/3.

No segundo set, a número 3 saiu em vantagem, depois cometeu três duplas faltas no oitavo game e perdeu o serviço. Ela não se deixou levar, anotou novo break e fechou a parcial em 6/4, liquidando a partida em 1h15.

Agora, Naomi Osaka medirá forças na grande final com a norte-americana Jennifer Brady, 24ª do raking, que superou a tcheca Karolina Muchova em um disputado confronto de três sets. As duas já se encontraram na semifinal do US Open do ano passado, com vitória da japonesa. Caso confirme o título, Osaka terá conquistado ao menos um Grand Slam ao ano desde 2018 - US Open em 2018 e 2020 e Australian Open em 2019.

Adeus de Serena?

A vetereana Serena Williams, atual número 11 do mundo, ficou na semifinal e deixa para depois a tentativa de conquistar seu oitavo título de Grand Slam na Austrália. Emocionada, a tenista de 39 anos agradeceu ao público presente na Rod Laver Arena e desconversou se esse seria seu adeus do Aberto, em coletiva de imprensa depois.

Com a derrota para Osaka, ela deixou escapar a possibilidade de um 24º Grand Slam na carreira, que igualaria o recorde da australiana Margaret Court.