Buscar no Cruzeiro

Buscar

Copa do Brasil

Atlético-MG impõe 4 a 0 ao Fortaleza

21 de Outubro de 2021 às 21:00
Da Redação com Estadão Conteúdo [email protected]
Hulk marcou o terceiro dos quatro gols no Mineirão.
Hulk marcou o terceiro dos quatro gols no Mineirão. (Crédito: PEDRO SOUZA / ATLÉTICO-MG (20/10/2021))

O Atlético-MG ficou muito perto da decisão da Copa do Brasil com goleada sobre o Fortaleza, uma das sensações do ano, por 4 a 0, no Mineirão. Com o amplo placar, superou os 100 gols na temporada. Já são 103. Líder disparado do Brasileirão, o time de Cuca chega forte para também brigar pela taça da Copa do Brasil.

O terceiro encontro entre mineiros e cearenses na temporada começou com o incômodo visitante assustando Everson em várias oportunidades. Como não converteu nenhuma, vieo o castigo. Aos poucos o Galo começou a impor sua força e a chegar bem na frente.

A pressão surtiu efeito. O primeiro gol da semifinal saiu após uma cobrança errada de falta de Hulk. Carimbou a barreira, mas Guilherme Arana não desperdiçou o rebote, dominou e bateu bonito, a bola desviou em Pikachu e encobriu Felipe Alves. Belo gol e muita reclamação, pois o árbitro havia apitado antes de a bola entrar. O lance foi confirmado, mesmo com Bráulio da Silva Machado apitando escanteio no lance -- a bola decaiu e enganou o árbitro.

O gol deixou os jogadores do Fortaleza desorientados. Keno cobrou escanteio na cabeça de Réver: 2 a 0 no placar. Antes do intervalo, Keno deu drible da vaca no marcador e achou Zaracho livre em inversão de jogada. O argentino trocou o gol por cruzamento na cabeça de Hulk, que fez o terceiro para enorme festa no Mineirão.

Com meio tempo, a vantagem mineira era gigante na semifinal. O Fortaleza voltou do intervalo com mudanças para tentar diminuir a vantagem mineira. Em menos de dois minutos, viu Zaracho comemorar. O meia, que deu o terceiro gol para Hulk, festejou o seu em belo chute por cobertura da entrada da área.

Ducha de água fria no Fortaleza que, logo a seguir, viu Yago Pikachu receber o terceiro cartão amarelo. Está suspenso para o duelo da volta, daqui a uma semana, no Castelão. O Atlético-MG avança se perder por até três gols. (Da Redação, com Estadão Conteúdo)