Buscar no Cruzeiro

Buscar

Mercado da bola

Após empates e críticas, São Paulo anuncia saída de Hernán Crespo

Segundo clube, decisão foi em comum acordo e, agora, abre-se processo em busca de novo treinador; nome de Rogério Ceni volta a aparecer

13 de Outubro de 2021 às 16:54
Hernán Crespo, técnico do São Paulo.
Hernán Crespo foi demitido após sequência negativa do São Paulo e pressão externa (Crédito: ERICO LEONAN / SAOPAULOFC.NET)

O técnico Hernán Crespo não resistiu à pressão e deixou o cargo no São Paulo na tarde desta quarta-feira (13), conforme anunciado em nota pela direção do clube. Segundo o time do Morumbi, que briga para se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, a decisão foi tomada em “comum acordo”.

“O São Paulo Futebol Clube informa que Hernán Crespo deixa o comando técnico da equipe nesta quarta-feira (13). A decisão foi tomada em comum acordo após conversa entre o treinador e a diretoria do Tricolor. Também deixam o Clube Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho), que chegaram ao Tricolor junto com o treinador”, diz a nota publicada.

Crespo dirigiu o São Paulo ao longo de oito meses e, neste período, conquistou o Campeonato Paulista em cima do rival Palmeiras, após longo jejum -- o último título estadual havia sido em 2005. Foram 53 partidas, com 24 vitórias, 19 empates e dez derrotas, com um aproveitamento de 57,23%. Vale lembrar que, em quatro jogos, o Tricolor foi comandado pelo auxiliar Juan Branda, quando o argentino se recuperava de Covid-19.

“O São Paulo agradece aos profissionais pelo trabalho e pela dedicação demonstrados durante todo o período em que defenderam nossas cores, e pela conquista do título do Estadual, triunfo esse que não era obtido desde 2005. De imediato, o Clube abrirá um processo de busca no mercado pelo novo treinador”.

Alguns pontos pesaram na decisão, que já vinha se desenhando há algum tempo, como a fraca campanha no Campeonato Brasileiro -- o time ocupa apenas a 13ª posição, com 30 pontos -- e as quedas na Copa do Brasil e na Libertadores -- nesta ocasião, o Palmeiras, então derrotado no Paulista, fez um sonoro 3 a 0 em um dos jogos das quartas de final. O clima também não estava positivo dentro do elenco, tanto que o próprio Muricy Ramalho, coordenador de futebol, precisou intervir em defesa do técnico.

Agora, o nome de Rogério Ceni voltou a ganhar força entre os torcedores, pelo menos nas redes sociais, já que se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter nesta tarde. Ceni, demitido do Flamengo há três meses, já foi técnico do São Paulo pelo período de sete meses, quando colecionou eliminações no Paulista, na Copa do Brasil e na Sul-Americana de 2017.